12 de setembro de 2008

O LIXO EM ESPERANTINA II


Tradicionalmente, o Problema do LIXO URBANO expande-se por todo o Planeta Terra, principalmente nos Países Subdesenvolvidos ou Emergentes onde não há Coleta de Lixo ou é Ineficiente.

No Brasil o Problema não é Diferente devido entre outros Fatores à Falta de Conscientização da Sociedade sobre o Tema e Principalmente a OMISSÃO de Políticas Governamentais para a Solução desse Problema que Cresce Constantemente em nossa Realidade, Provocando assim Danos à Sociedade tais como:

■ Contaminação do Solo, das Pessoas e do Ar quando INCINERADO;

■ Proliferação de Insetos e Ratos que podem Transmitir Várias Doenças;

■ Acúmulo de Materiais Não-Biodegradáveis;

■ Emissão de Metano (gases) que Provoca o Efeito Estufa.

Em Entrevista ao Secretário Municipal de Obras e Serviços Públicos do Município de ESPERANTINA-PI, “Francisco Flávio”, Constatamos que a realidade Municipal é a mesma, Portanto PRECÁRIA.
“Hoje, o Município de Esperantina não tem nenhum PROJETO de Reciclagem do Lixo muito menos para a Construção de um ATERRO SANITÁRIO mais Estruturado” diz o Secretário, na qual acrescenta “a Coleta do Lixo do Município NÃO é SELETIVA e é Feita através de Apenas 05 (Cinco) Caminhões, 06 (Seis) Carroças e01 (Uma) Caçamba”.

As 06 (Seis) Carroças Transportam o Lixo até o ENTREPOSTO (Local de Transferência do Lixo das Carroças para a Caçamba) que se Localiza no Bairro Pedreira, Daí em Diante a Caçamba Transporta até o Aterro Sanitário que se Localiza na FURNA DA ONÇA, Zona Sul de Esperantina a 5 km do Perímetro Urbano e que tem Aproximadamente 9,5 ha de extensão. Os Caminhões Fazem o Transporte Direto ao Aterro.

“O LIXO na sua Maioria DOMICILIAR é Depositado em Aberturas no Solo Chamado de TRINCHEIRA” Finaliza Assim Francisco Flávio, Secretário Municipal de Obras e Serviços Públicos de Esperantina que Deu esta Entrevista em seu Escritório no Anexo da Prefeitura de Esperantina.

Lembrem-se que este artigo foi feito a mais de um ano.
Hoje a situação como podemos presencia só piorou, pois existem bairros que sem o serviço de coleta mais de uma semana. Exemplo? O bairro Palestina está esquecido quanto as obrigações de muita gente que diz querer o melhor de Esperantina.

REVISÃO: F. HELITO

ATUALIZADO: 04/07/2007

Nenhum comentário:

Postar um comentário