17 de dezembro de 2008

AGENDA 21

A Agenda 21 foi um dos primeiros resultados da Conferência ECO-92 ocorrida no Rio de Janeiro - Brasil em 1992.
É um documento que estabeleceu a importância de cada país se comprometer e refletir, global e localmente, sobre a forma pela qual, governos, empresas, organizações não-governamentais e todos os setores da sociedade poderiam cooperar no estudo de soluções para os problemas sócio-ambientais.
Cada país desenvolve a sua AGENDA 21, e no Brasil as discussões são coordenadas pela Comissão de Políticas de Desenvolvimento Sustentável e Agenda 21 Nacional.
A Agenda 21 se constitui no poderoso instrumento de reconversa da Sociedade industrial rumo a um novo paradigma que exige a reitepretação do conceito de progresso, contemplando maior harmonia e equilíbrio holístico entre o todo e as partes, promovendo a qualidade não apenas a quantidade do crescimento.
O desenvolvimento da Agenda 21 começou em 23 de Dezembro de 1989 com a aprovação em Assembleia extraordinária da Nações Unidas em uma conferência sobre o Meio Ambiente e Desenvolvimento como fora recomendado pelo relatório Brundtland e, com a elaboração de esboços do programa que, como todos os acordos dos estados-membros da ONU, sofreram um complexo processo de revisão, consulta e negociação, culminando com a segunda Conferência das Nações Unidas para o Meio Ambiente e Desenvolvimento, mais conhecida como RIO-92 ou ECO-92 entre 3 e 14 de Junho de 1992 onde representantes de 179 governos aceitaram adotar o programa.




Nenhum comentário:

Postar um comentário