29 de março de 2009

TIPOS DE LOIRAS



Tipo 1 - AINDA POR CIMA É LOIRA
Definição: São aquelas deusas maravilhosas, paudurescentes, que podiam até ser careca mas, só pra sacanear, ainda por cima são loiras. Exemplo: Luana Piovani, Anna Kournikova, a Feiticeira Joana Prado, a Buffy, as gatas do Baywatch e da Penthouse... Ah, meu irmão, completa aí... Se tu não sabe do que a gente tá falando, vai ler a Marie Claire.





Tipo 2 - LOIRA PADRÃO
Definição: São as loiras propriamente ditas. São mais ou menos como as McLaren: podem até não ganhar, mas que são sempre favoritas são. Exemplo: Susana Werner, Mariana Ximenes, Danielle Winits, Sheila Mello e a Carlinha, que é prima de um amigo meu, que se não fosse loira ia ser gatinha, mas também não ia ser essa coisa toda.





Tipo 3 - MAS É LOIRA
Definição: São aquelas de que, depois do terceiro uísque, você começa analisar criteriosamente os prós e contras. Depois, manda o critério pro inferno e pensa: "Ah, mas é loira, foda-se!" E encara. Exemplo: a irmã da Carlinha, que é bem malfeitinha, mas tu já tá ali mesmo, três da manha, cheio de uca, manda a ...., mané!


Tipo 4 - NEM SENDO LOIRA
Definição: Chegamos à impossibilidade absoluta, o famoso paradoxo de Bussen: só dá pra traçar a mocra se colocar uma fronha na cabeça. E, se colocar uma fronha, não dá mais pra ver que é loira, portanto, não dá pra traçar. Afinal, a loiritude é um dom, faz até milagre, mas dentro de um limite razoável. Exemplo: Miguel Falabella, Marília Gabriella, Hebe Camargo e a mãe da Carlinha, que aí também já é demais!!!

2 comentários: