14 de maio de 2009

AS MUDANÇAS QUE ESPERAMOS


No momento atual assistimos na esfera global Guerras entre governos e empresas no intuito de garantira espaço para consequentemente obter poder socioeconômico e, os aliados diretos são os países menos favorecidos chamados de subdesenvolvidos.

Há uma questão a ser alertada: até quando estes países irão lutar para se tornarem países ricos ao gastar dinheiro neste infiel mercado global?

Invés de derramar verbas para acompanhar tal mercado, o Governo- Estado deveria se preocupar com a política interna onde a massa popular grita muda por mudanças estruturais nas complexas redes de relacionamento entre sociedade-sociedade e sociedade-estado.

Creio que ainda há que fazer para, quem sabe, daqui a 100 anos não passamos de miseráveis para verdadeiros emergentes.

A ingovernabilidade do Estado reina neste sistema da política brasileira, pois a mesma só acompanha a incessante criação de carência e de pobres meio aos gastos com o setor econômico e não com a área social.

Fto- gollnick

Nenhum comentário:

Postar um comentário