14 de maio de 2009

O PERÍDO POPULAR


Infelizmente vivemos em um “Espaço Geográfico” onde o dinheiro ocupa a centralidade do homem. Nesse ponto, as primeiras e ultimas ações do homem são impulsionadas pelo dinheiro em estado puro como forma de idéias do cenário social atual.

Trabalho, lazer, entretenimento, educação, etc., tudo é direcionado pela ganância do dinheiro que temos na essência da alma ingênua da vida que levamos.

“A maioria dos brasileiros não gosta de trabalhar.

Querem um emprego para ficar encostado só ganhando grana.

Brasileiro não tem ética.

Brasileiro se vende barato. É só o político dar um filtro, um colchão, uma cesta básica, um computador e já ganham 4 anos de falsos trabalhos"

O que dizer de quem defende por um lado e, por outro, entrega material de bandeja para os, entre aspas “opositores” criticarem, digo entre aspas porque neste caso, os dois são mercenários.

A diferença é que um é assumido, já o outro, por está sendo beneficiado pela prefeitura, esconde por detrás de uma mascara por se vender pelo mínimo do dinheiro.

Fto: cpcvm

Nenhum comentário:

Postar um comentário