12 de agosto de 2009

EM COMEMORAÇÃO AO DIA DO ESTUDANTE

O professor pergunta ao aluno:
— O que é uma fraude?
— É o que o senhor, Professor, está fazendo.
— Ora essa, explique-se!
— Segundo o Código Penal, comete fraude todo aquele que se aproveita da ignorância do outro para o prejudicar

Professor: O que devo fazer para repartir 11 batatas por 7 pessoas ?
Aluno: Puré de batata, professor!


O Joãozinho arranja uma escapatória:
— Professora, alguém pode ser castigado por uma coisa que não fez?
— Não.
— É que eu não fiz os trabalhos de casa.


Professor: Quantos corações temos nós?
Aluno: Dois, professor.

Professor: Dois!?
Aluno: Sim, o meu e o seu!


Professor: Joaquim, diga o presente do indicativo do verbo caminhar.
Aluno: Eu caminho... ah... tu caminhas... ah... ele caminha...
Professor: Mais depressa!
Aluno: Nós corremos, vós correis, eles correm!

Professor: Chovia, que tempo é?
Aluno: É tempo muito ruim, professor.


Dois alunos chegam tarde à escola, e justificam-se:
1º Aluno: Acordei tarde, professor! Sonhei que fui à Polinésia, e demorou muito a viagem. Professor: E você?
2º Aluno: Eu fui esperá-lo ao aeroporto.

Professor: Pode dizer-me o nome de cinco coisas que contenham leite?
Aluno: Sim, professor: Um queijo e quatro vacas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário