23 de dezembro de 2009

O AMOR PELA CAMISA ACABOU

É lamentável ver que o dinheiro está tirando a paixão do futebol.

Jogador hoje não joga mais em respeito pela camisa dos times que os revelaram.

Como era bonito ver treinadores e jogadores trabalhando por um time do coração.

Hoje beijo o escudo do time como forma de respeito. Já não existe respeito por time algum. E que vemos são os interesses capitalistas em prol de uma vida melhor, luxuosa, cheia de carros, mansões, mulheres e bebidas sustentadas pelo fingimento de demonstrar amor pela camisa que se veste a cada.

Ídolo da S. E. Palmeiras na década de 90, Roberto Carlos agora, depois de muitos fracassos, volta para o Brasil para jogar no maior rival do time que o revelou para o futebol mundial, o CORINTHIANS.

Amor não, mas interesse existe muito.
Como palmeirense que sou, estou a derramar lágrimas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário