30 de março de 2010

E onde está mesmo o JEJUM?

Já prestaram atenção que não temos mais SEMANA SANTA como antigamente?

Este ano caso não fosse seu Domingos (morador da Malhada do Meio, zona rural de Esperantina) tinha passado a semana CAÇADEIRA (os sete dias do JEJUM) a limpo, sem ganhar nada.

Mas ganhei. Ganhei uma melancia. Uma delícia por sinal.

Quando criança, que não faz tanto tempo assim, recordo que em época de Semana Santa era uma festa só. Festa religiosa e não como as de hoje. Sei que ainda tem umas missas aqui, outras ali, cá entre nós bem diferentes de outrora.

Já prestaram atenção que a Semana Santa é uma das semanas do ano onde mais pecamos? Pelo menos eu peco com a Gula. Bolo por cima de bolo, tortas, milhos, doce de leite, aquele velho caruru. Uma delícia!

Quarta-Feira as malas já estavam prontas juntamente com o destino final. Um interiorzinho, uma casa coberta por palhas. Por não ter energia elétrica ficava mais gostoso. 

Hoje invés ir contar Histórias de lobisomens e assar batatas na fogueira em roda de amigos, as novelas tiram toda a atenção.

E quem não lembrava de "roubar" ou pedir emprestado uma galinha do terreiro alheio na noite da Sexta-Feira santa para comer no Sábado de aleluia? Primo Antonio José que vos diga, kkkk.

Também a partir de quarta-feira até falar em carne vermelha era proibido.
Jejum completo.

Ninguém hoje jejua mais, ou não?
Cachaça, carne vermelha, esquecimento da palavra de Deus, agora falo com meus tios: ai, ai.

Aí eu pergunto: onde está mesmo o JEJUM?

Fto-cançãonova

Nenhum comentário:

Postar um comentário