30 de junho de 2010

Mais um Mês se foi.

Olá Esperantina!
Tudo bem com você? Gostaria de relatar junto a você o que pude ver e sentir em mais 30 dias que se passaram.
Nestes últimos trinta dias pude observar que só prestamos quando estamos servindo. Depois disso tudo não passamos de humanos descartáveis.
Podemos começar pela política. O que você acha?
A praça do mercado é uma podridão.
O trânsito não caminha não.
Político que ajuda hoje é bom. Se amanhã não ajudar já não presta não. RIMOU? ESTOU MELHORANDO SEU MÁ MEDER? kkkk. Desculpa Esperantina. Estava apenas brincando com um colega.

Passa anos e mais anos e você Esperantina não progride. Aumenta apenas as mentiras, ou seja, as promessas.

Os candidatos ao Palácio do Karnak agora vão lembrar-se de você. Sabia que depois dessas convencões eles irão lhe visitar? Sabe qual o motivo? Prometer se passando por bons moços. Só mentira. Não var acreditar, certo? Então . Falar em promessas o seu Amaro Melo prometeu e eu já estou esperando.

Os amores neste mês bateram mais fortes. No dia 12 ganhei, mais não retribuí. Quem sabe na próxima vez não é mesmo?
As festas juninas animaram as cidades vizinhas. E você até agora nada fez. O que está acontecendo minha amiga?
Já prestou atenção quantas perguntas eu lhe faço? As perguntas nem sempre vem com boas respostas. Então invés de responder com palavras responda com ações.
Ações que os seus parlamentares desconhecem. Tem dois que ainda voltaram contra sua educação. Pouca vergonha não é mesmo? Tem um que é assessorado por um que só passou a enxergar agora. No passado não tão distante não via problemas e por este motivo não reclama"VA". Hora bolas! Você é boa de mais querida amiga Esperantina.

Poucos dias atrás assistir o filme LULA, O FILHO DO BRASIL e percebi que ele sofreu com você sofre. As mazelas são muitas. As dores também. Tem burguês que não soube o que é sofrer e vive a criticar quem tem apenas o básico para comer.
O panorama da desigualdade vai além de nossas compreensões. 
Milton Santos fala que a pobreza é uma consequência natural. Você não escolhe a família e nem o lugar que quer nascer. 
Josué de Castro, outro grande responsável pela expansão da geografia em nosso país desmente o autor anterior ao dizer que este males: fome, pobreza não passa de ações perversas dos humanos.
Como diz um colega: muitos que moram em seu colo Esperantina "não servem" e o culpado é o "sistema".

Mas "o dia" vai chegar como chega o sol para todos. Você irá amanhecer mais bela, linda, digna.
Basta esperarmos passar os meses.

Fto- odiaquepassa

Nenhum comentário:

Postar um comentário