20 de julho de 2010

O Piauí no caminho certo

O Piauí registrou nos últimos doze meses a maior taxa de crescimento de empregos no Nordeste e a segunda maior do Brasil. No mesmo período, houve também aumento nas exportações, na indústria, no comércio varejista, no consumo de cimento e de energia elétrica, índices que confirmam o crescimento econômico do Estado, que em 2009 conseguiu elevar seu produto interno bruto em 6,07%.
Números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados(Caged) – órgão do Ministério do Trabalho e Emprego(MTE) - Fundação Cepro e Secretaria Estadual de Fazenda(Sefaz), entre outros, apontam sempre na mesma direção, a de que o Piauí conseguiu fazer de 2009 um ano singular para sua economia, mesmo num período de crise econômica. 
 

Segundo o MTE, de maio de 2008 a maio de 2009, o nível de empregos no Piauí cresceu 11,03%, o que representa a criação de 22.482 novos postos de trabalho. No Brasil, perdeu apenas para Rondônia, onde o nível de emprego cresceu 14,96%. Nos últimos cinco meses, houve acréscimo de 10.365 novos postos, um crescimento de 4.80% superior a igual período do ano passado. Este resultado foi o melhor de toda a série histórica do Caged, em termos absolutos e relativo. 
 
E que a oposição continue a trabalhar nas rádios, televisões para tentar desmentir estes fatos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário