11 de agosto de 2010

À caminho da Escola.

O que lhe chama atenção nesse retrato? (é o novo, do tempo do retrato).

Hoje que comemora o dia do ESTUDANTE (obg pelas felicitações, apesar de que sou professou continuo sendo estudante) é momento para olhar para trás e ver que mudou muito o caminho que a educação teve.

O progresso do Brasil nesses últimos 12 anos é demonstrado como prova viva nesses retratos.

Quem não se lembra das portas das escolas esperantinenses, e porque não dizer de todo o Brasil, cheias de camelos (bicicletas)?
Fazer alguns alunos ir para o grupo (escola) era só os pais comprar um bicicleta.
Irmão mais jovem até chorava quando o irmão primogênito ganhava uma só ter passado de ano.
Era uma felicidade só ir para a escolar numa bicicleta.
Podia ser cedo de mais com os olhos cheios de remela ou um pleno meio dia abaixo de um sol escaldante. Não importa o horário, pois a alegria era mostrar para os colegas que tinha uma bike.

Ao chegar à escola, passava o cardeado e ia estudar já com o pensamento de voltar para casa pedalando como se estivesse numa verdadeira passarela de moda.

Não se via e nem comentava sobre motos, carros em porta de escola.
A alegria é uma monareta. Farão baixo ou alto, cor lilás, vermelha, branca ou rosa. O que importava era ter um transporte de pedais, roda fina e sem motor.

O tempo passou e o Espaço Geográfico mudou. Mudou para melhor. Mais a saudade bate quando me lembro desses tempos tão bons de ser ESTUDANDE pedalando pra cima e pra baixo em uma bike.

Tinha garotas que paquerava apenas garotos que tinha uma bicicleta só para ir pra casa de bike.
Quanta mudança.
O tempo atual o caminho á escola é outro.

Um comentário:

  1. Para o bem ou para o mal, a modernidade impõe novos modelos de convivência.
    Cumpre a quem viveu (ahamm!) os gloriosos momentos relatados na post tentar se adaptar ou, como disse a ex-ministra: relaxar e ...

    ResponderExcluir