26 de novembro de 2010

Viver despenteado!

Será mesmo que temos que andar despenteado?
Vão falar isso para os, como é mesmo que chama? emos!

Pois bem admiráveis leitores do pior Blog de Esperantina.
Estou aqui de cabelo em pé por saber que devemos sim andar despenteados, não como os emos com todo respeito é claro, mas que a vida é sim despenteada com todos nós.

Vejamos:
Fazer amor despenteia, voar também, correr diz te arreda.
Entrar no mar despenteia, acho que vou me despentear este fim de semana para comemorar a formatura do meu querido irmão.
Rir a toa também. Brincar e tirar a roupa despenteia, talvez por isso que fazemos amor já despenteado.
Cantar e dançar ajudam a ficar de cabelo bagunçado.
Se toda vez for preciso ficar despenteado para fazer algo que me deixe feliz, então a partir de hoje jogo meus pentes no lixo e viverei daqui pra frente despenteado.


Nenhum comentário:

Postar um comentário