19 de maio de 2011

Reinaldo Azevedo chama o povo brasileiro de RALÉ


Ao dar essa notícia, ainda sem ter ordens para falar mal da presidenta Dilma e do seu governo, o abestalhado, o cretino-mor da Veja (só podia), Reinaldo Azevedo, diz em seu texto que “Dilma agora vai ficar mais perto da ralé”. Reinaldo Azevedo chama de “ralé” a grande maioria do povo brasileiro, as pessoas que constroem este país, as pessoas que às 4 h da manhã já estão lotando os pontos de ônibus e trens, palmilhando as estradas e caminhos. 

Chama de “ralé” os trabalhadores de todas as categorias em todo o Brasil. Chama de “ralé” os trabalhadores da construção civil, professores, enfermeiros, agentes da Saúde, comerciários, metalúrgicos, faxineiras, porteiros, lixeiros, motoristas de ônibus e caminhões, maquinistas dos trens e do Metrô, os padeiros e policiais… 

Um escritor de meia tigela que só fala de quem está na mídia exatamente pegando uma carona para aparecer.
Enxerga-te.

Contribuição: desatualidadescronicas

Nenhum comentário:

Postar um comentário