22 de agosto de 2012

É hora de festar o Folclore!

Dança daí que danço daqui...
Canta de lá que canto daculá...
Faz-se um desenho que eu pinto...
Para as escolas para comemorar que durmo até mais tarde...
O Boi de pano passa o e Saci pula...
Quando a mula com cabeça de fogo passar as mentes irão se abrir...
Enquanto crianças tentam entender estas festas os adultos festeja mais sem saber...
A brincadeira de agora é fazer a geração atual lembrar que a de outrora aprendeu sem saber...
Os quatros cantos do país olha para o centro (Planalto Central) à espera de políticas públicas que ultrapassem desenhos, cartazes, algumas danças e brincadeiras com uma pontinha de esperança que a geração futura não durma no ponto quanto as que já passaram.

Viva!
Viva!
Viva!

Viva a que mesmo?

Viva à nossa particular cultura!
Viva à nossa mania de imitar cultura alheia!
Viva à viver sem cultura, opas, todo povo tem sua cultura mesmo que tempos passados!

Mesmo viva!

Nenhum comentário:

Postar um comentário