25 de dezembro de 2012

De vento em polpa!

De volta para casa sempre é bom. Depois de dar um pulinho na terra natal de minha mamãe - Tianguá-CE para festejar o Nascimento do menino Jesus aqui estou de alma renovada, esperança erguida, fé inabalável, amor multiplicado, solidariedade esplanada, escrita igualzinha, rrrrssss.
Na esperança de não morrer para ser reconhecido vejo que os presentes trocadas nesta época do ano são necessários para esconder as mazelas feitas antes do Natal, antes do nascimento.
Família reunida, abraços trocados, discursos feitos e defendidos. O amor não tem como não ser utilizado e sentido.
Nestes dias de férias e festanças vi e ouvi: mais forte do que o medo é a esperança. Esta (esperança) jamais deverá deixar de existir em nossos corações e também nas cabeças. Primeiro um passo, depois outro. Assim enfrentaremos e mais do que isso venceremos os medos, as fraquezas, as desilusões, a escuridão. Não aqui estou para dizer que vivo apenas de emoções, mas delas faço parte e assim irei caminhar para o lado em que o vento me levar.

Feliz Ano novo deste que você construa um novo.

Fto - equipesemeador

Nenhum comentário:

Postar um comentário