18 de março de 2013

As ÁGUAS do Riacho Alecrim

Quase finado Riacho Alecrim.
Esta semana se comemora o Dia Internacional da Água. Este alimento que nos dar vida é o mesmo que está sendo morta (poluída) todos os dias por quem dela precisa para viver.

Esperantina é bem amparada por este recurso natural "finito". 
Rio, riachos, lagoas, açudes são muitos os depósitos de água que faz esta gente crescer e viver.

No entanto não estamos aqui para inaltecer este dia e sim denunciar a falta de consciência para com este recurso.
E vamos começar mostrando a MORTE de um afluente do Rio Longá - RIACHO ALECRIM.

Em Maio de 2011 fizemos uma série de reportagens sobre a morte contínua tanto do Riacho como do Rio Longá. Clique AQUI e AQUI para rever.

Agora, meio a Semana onde devemos comemorar o Dia Internacional da Água, lamentamos que o progresso habitacional (Residencial Alecrim) e alimentício (Matadouro) vieram sem uma gestão ambiental adequada para dar continuidade à vida das águas esperantinenses.  

Nos resta sentir sede para morrermos de vergonha por tudo que estamos fazendo tanto com a geração atual bem como para as gerações futuras.
Que as políticas sejam feitas com mais preocupações ambientais, caso contrário iremos comemorar, um dia, os dias sem água.

Parabéns minhas ÁGUAS.

Um comentário:

  1. não se vc ja viu, mas estão construindo um açude no bairro pedreira,esperantina-pi.perto do antigo lixão***
    axo que uma materia de la seria muito boa...
    se informe mais e arraze***

    ResponderExcluir