27 de março de 2013

Roço em Esperantina só para os Trios Elétricos?

"Ou abre ala, que o trio Elétrico quer passar"

Até ontem (26/03) boa parte da estrada vicinal que liga nossa cidade à localidade Malhada do Meio (25 km da sede urbana) ainda não tinha recebido a atenção devida quanto ao roço costumeiro dessa época do ano.
Imaginem só se as localidades, hoje, batalhense de Cacimbas II, Vitória de Baixo, Carnaúbas e Marajá do Almeidas, que situam-se mais distante do que Malhada do Meio, passarem a fazer parte de nosso município em um futuro próximo, provavelmente ficarão totalmente isoladas durante a Semana Santa.

Ontem percorrendo este trecho de 25 km, este que vos escreve notou que somente alguns metros (próximo  a localidade Malhada do Meio) estava roçado como deveria. Parece que alguns cidadãos da referida localidade pediram e ganharam uma diária de Semana Santa.

Até alguns anos atrás o roço era feito durante a Semana Caçadeira (semana esta que antecede a Semana Santa).
O tempo passa e com ele vem as mudanças. Nem sempre, para falar a verdade.
 E se tratando de verdade, parece-me que apenas algumas estradas, escolhidas a dedo, foram beneficiadas bem como as ruas onde passarão os trios elétricos.

Infelizmente este ano não vou acompanhar, de dedos levantados, o arrastão do povão esperantinense.

Nenhum comentário:

Postar um comentário