22 de maio de 2013

Ganha jogo mais não ganha a torcida.

Foto: globoesporte.com
Investimentos altíssimos (públicos, privados, pessoal?), atletas de ponta, mídia estadual ao seu dispor, tudo isso faz do Time que tem como padrinho o Deputado Marllos Sampaio ser um dos "grandes" de nosso estado.
Muitas vitórias, títulos, participação nos melhores campeonatos e mesmo assim vivem sem o complemento essencial de um time de futebol - torcida.
O time do Deputado tem como terra natal a cidade de Esperantina e todos sabem disso.
Da mesma forma que na Política Partidária o grupo do Deputado Marllos sobrevive, o time que tem sua total atenção sobrevive: sem apoio da maioria da torcida esperantinense.
Pode é ganhar, jogando bonito ou não, encantando ou não, mesmo assim a torcida, ou pelo menos a maioria, não lhes apoia.

Será por quê? Será que têm haver com a ligação com a política? Ou será o técnico? Ou será a forma que os atletas mostram seus narizes empinados?

Sem saber o(s) motivo(s) o time do Deputado irá, pelo jeito, viver sorrindo com o coração amargurado em não poder agradar a todos mesmo com muitos e belos gols.
O jeito é treinar a humildade, chutar a vaidade, driblar a concorrência, ouvir a oposição, correr atrás do prejuízo, descansar o ego.
Quanta solidão ter que comemorar um gol, um título apenas com alguns seres humanos que são ligados ao grupo seja por favores ou por trabalho.

Mesmo assim aqueles que foram esquecidos pelo Cajuína - Buiú e Igor - tem meu apreço.

Nenhum comentário:

Postar um comentário