17 de junho de 2013

Energia Eólica no Piauí

Fto: istoépiauí
A Empresa de Pesquisa Energética - EPE, finalizou o processo de cadastramento de novas unidades de geração de energia eólica para o Leilão de Reserva de 2013, que o Governo Federal promoverá no dia 23 de agosto.
Foram inscritos 655 projetos de parques eólicos, somando capacidade instalada de 16.040 Megawatts (MW). Os futuros empreendimentos abrangem um total de nove Estados. No Piauí, serão leiloados 32 projetos, com capacidade de produção de 943 MWz.
O Leilão de Reserva/2013 será exclusivo para a fonte eólica. Os empreendedores que ofertarem o menor preço de venda da energia firmarão Contratos de Energia de Reserva (CER) na modalidade quantidade, com início de suprimento em 1º de setembro de 2015 e prazo de vinte anos.
Este certame introduz uma nova metodologia de cálculo da Garantia Física e terá o preço do lance como critério de classificação, considerando a capacidade de escoamento da Rede Básica e de fronteira.
O presidente da EPE, Mauricio Tolmasquim, considera um sucesso o resultado do cadastramento para o Leilão de Reserva/2013, pois os números de projetos interessados em participar do certame e a capacidade instalada somada é recorde no país e no mundo em concorrências envolvendo a fonte eólica.
Segundo ele, a regra que atrela a contratação de parques eólicos à garantia de conexão na rede de transmissão elimina o risco de os empreendimentos ficarem prontos e não terem como escoar a produção.
Da mesma forma, o presidente da EPE acredita este Leilão aumentará o grau de confiabilidade da fonte eólica para o setor elétrico brasileiro, a partir da introdução da regra que aumenta o rigor no cálculo da quantidade de energia que cada parque poderá negociar.

Fte: ananiasribeiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário