23 de julho de 2013

Esperantina se vende a Emendas eleitoreiras.

Fto: politicaaraguarina
De acordo com a Constituição, a emenda parlamentar é o instrumento que o Congresso Nacional possui para participar da elaboração do orçamento anual.
Por meio das emendas os parlamentares procuram aperfeiçoar a proposta encaminhada pelo Poder Executivo, visando uma melhor alocação dos recursos públicos. É a oportunidade que eles têm de acrescentarem novas programações orçamentárias com o objetivo de atender as demandas das comunidades que representam. Além das emendas individuais existem as coletivas, como as de Bancada, produzidas em conjunto pelos parlamentares de estados e regiões em comum. 
 
Tendo com base a explicação acima poderíamos chegar a uma conclusão plausível: as emendas devem vim para os municípios durante os quatros anos de um mandato parlamentar e não apenas próximo às eleições.

E o que realmente acontece? Recentemente foi mostrada a nível nacional uma gravação de um deputado federal ensinando seus 'cabras eleitorais' como usar estas verbas para ganhar uma eleição. Será que por estas bandas do Brasil varonil estas práticas são adotadas?

Pior do que um bombardeio de mísseis norte-americanos em plena guerra do Iraque em 2003 Esperantina hoje "sofre" com tantas emendas atiradas de forma eleitoreira. Os norte-americanos alegaram o ataque em nome da libertação do povo iraquiano das 'injustiças' provocadas pelo ditador Saddam Hussein bem como da produção de armas nucleares.

E aqui, por que tantas emendas somente agora? Até onde sei o povo já vem sofrendo há décadas, sem segurança, sem projetos a longo prazo, sem adequada saúde, sem trânsito, sem esporte, apenas com políticas de preenchimento de cargos nos órgãos públicos voltados  para os familiares que se vendem com estas esmolas trabalhistas.
 
Talvez vocês leitores não gostem de perguntas das quais já sabem a resposta. Eu também. Fiz esta pergunta (por que tantas emendas somente agora?) com o intuito de mostrar a vocês que existem governantes de má fé que usam estas emendas não para ajudar realmente a quem precisa, mas para ajudar a si mesmo a continuarem no poder. Como? Tentando iludir o povo com obras, verbas guardadas para esta época (proximidade das eleições). Infelizmente ainda existem pessoas com memória curta e que dão um voto de confiança em troca desses "trabalhos forjados".
 
Esperantina com mais de 20 mil votos a dar não poderia ficar de fora do alvo de bombardeio das emendas parlamentares do servidor público lá de cima do morro.
 
"Quem acompanha este deputado acaba morrendo politicamente. Exemplo: ex-gestor esperantinense Castro, ex-gestor barrense Maninho, ex-gestor matiense Fogoió, ex-gestor de Ilha Grande entre outros do Piauí afora" Ex-candidato a vereador de Esperantina Agnaldo.

Um comentário:

  1. Voce tem inveja dos Themistocles, andando em Esperantina vejo somente obras trazida por eles.
    São muitos que neste comentario não dá pra dizer todos, mas vou anotar alguns:
    Predio SEFAZ, DETRAN, PENITENCIARIA, CAIS, QUADRAS COBERTAS: DIDIMO DE CASTRO, HERMES NOGUEIRA, DA NOVA ESPERANÇA, AO LADO DA PENITENCIARIA (04 QUADRAS). REFORMA DELEGACIA POLICIA, AQUISIÇÃO TRATOR (CARRO PIPA, ARADO), CENTRO CIRUGICO ORTOPEDIA, PARQUE CACHOEIRA DO URUBU, ASFALTO NA ESTRADA LIGA A JOAQUIM PIRES e CACHOEIRA URUBU, SEIS ABASTECIEMNTOS DÁGUA NA ZONA RURAL.

    Orgaos: SINE, PROPIGER, IAPEP, BANCO HEMOPI, POLO UESPI, JUNTA COMERCIAL,

    Tem mais..... depois eu passo mais, estes é somente pra refrescar sua memoria

    ResponderExcluir