6 de agosto de 2013

Volta às aulas sem pagamento dos professores

Fto - massapenamerda 
Grande incentivo a Secretaria de Educação de nossa cidade está dando à todos os professores da rede municipal.

É hora de tomar aquele banho especial, vestir a roupa nova que comprou nas férias, fazer as unhas, pôr aquele perfume comprado na esquina, separar os lápis das canetas, juntar o caderno, pendurar o livro didático no sovaco e se direcionar para escola. Mas antes deve se passar no banco para entrar no limite da conta corrente para garantir o combustível que irá fazer funcionar o único bem móvel que cada professor luta para ter e pagar.

Os alunos eufóricos para rever os 'titios' em sala de aula, se arrumam todos igualmente aos professores, logo ficam mais tristes do que seus mestres. Os alunos ficam decepcionados logo na entrada dos professores em sala de aula. Aquela cara amargurada do professor 'liso' demonstra que o segundo semestre não vai ser muito diferente do primeiro. O motivo? A gestão que venceu as eleições prometendo dar um jeito na bagunça educacional, só fez foi prometer. Invés de descansarem nas férias, os professores tiveram foi a preocupação de 'arrumar' um 'bico' para pagar as contas.

Muitas escolas não terão merenda escolar. O culpado neste momento é o gestor passado que não prestou conta da merenda, enquanto a tristeza só aumenta dentro e fora das salas de aula. Aluno por não ter professores motivados em dar uma boa aula e professores entristecidos por até o momento não terem recebido seus proventos. A promessa é para o dia 10. Vamos esperar mesmo triste, para ver se é verdade.


 "Sou o que eu penso, para vocês, sou o que eu transmito".

Nenhum comentário:

Postar um comentário