16 de novembro de 2013

As contradições do Futebol esperantinense.

A prova.
A cidade que já foi campeã estadual de futebol de campo e atual capital do futsal piauiense hoje vive uma contradição ainda maior quanto à organização e consequentemente à representação efetiva dentro e fora de campo/quadra.

Bastou um desportista assumir a prefeitura para as 'jogadas' começarem a serem desfeitas.

Quando alguém ligado aos dirigentes ou até mesmo os próprios dirigentes municipais planejam alguma atividade futebolística, aqui ou fora de nossa cidade, tudo dar certo. Ônibus, combustíveis, motoristas, peladeiros e demais instrumentos para a realização de uma partida são ajeitados. 

Um dos principais campeonatos da zona rural de Esperantina (Torneio do Boi - na Lagoa Seca) este ano não recebeu ajuda alguma da gestão atual. Será porque nesta localidade quem 'joga bem' é certa estrela?

Por outro lado quando certo time de Esperantina, como é o caso do Real Jr. (futebol de campo) vai representar nossa bandeira municipal em um campeonato na cidade de São João do Arraial, a prefeitura, pelo menos até agora, não ajuda novamente.

Deu si início no último fim de semana (09/11) em nossa cidade a Liga de Futebol de Campo, atividade elite de nosso futebol, e novamente a atual gestão não se colocou à disposição na ajuda financeira e de materiais (cadê mesmo aquela quantidade enorme de materiais comprados no primeiro semestre?)

Para finalizar a partida de reclamações de hoje destaco o que ocorreu ontem na cidade do Morro do Chapéu.
Ontem começou a Copa dos Cocais de Futsal. A competição é entre os selecionados de cada cidade convidada. No entanto ontem um time qualquer entrou em quadra para nos representar. Digo um 'time qualquer' porque se fosse para um 'time' de Esperantina representar nossa bandeira, o time deveria ser o atual CAMPEÃO da 1ª Divisão do Futsal esperantinense que neste caso é o INDEPENDENTE e não o vice-campeão CAMPARI como aconteceu. 
Dizem as más línguas que tudo isso aconteceu devido a gestão atual desistiu de ajudar financeiramente poucas horas antes da partida e com isso resolveram levar o time comandado pelo atual Secretário de Esporte.

Depois dizem por aí que sou crítico, falo de mais. Dessa forma não tem como não falar. Dão-nos motivos.

"Sou o que eu penso, para vocês, sou o que eu transmito".

Foto: diariodolonga

Nenhum comentário:

Postar um comentário