31 de dezembro de 2013

Contigo sempre acontece.

A mídia tem sim seus poderes. Transforma vira-latas em gatos mansos. Deixa-nos verdadeiros homens zumbis.

Hipnotizados somos pela mídia. O que lemos nem sempre é verdade. Muitas vezes o que assistimos não condiz com o que realmente é.

O trânsito de Esperantina é igual a mídia: enganadores.

Assistir uma TV neste início de século já é ruim, agora imaginem se estivermos embriagados? Caso resolvermos assistir os últimos acontecimentos que nos rodeia cheios de álcool nas veias e na cabeça é perigoso enxergarmos buracos, motoqueiros, policia, lama, pista de F1, reinado, paraíso e tudo isso com a imparcialidades que nos convém.

Sempre achamos que o perigo no trânsito nunca irá nos encontrar. Temos a covardia de não aceitarmos os transtornos que a nossa falta de cautela, paciência e até mesmo conhecimento sobre as leis do trânsito pode nos proporcionar. 

Não sou perfeito. Nem quero ser. Erro. Que bom que tento não errar mais com os erros já cometidos. Jamais deveremos deixar de ser homens o suficiente para reconhecer nossas pisadas em falso. 
Dizer que acertamos é tentativa de ser melhor do que outros. Já o contrário é medo de se rebaixar perante a opinião pública. 

Estamos sim sujeitos a tudo que qualquer outra pessoa possa passar ou sentir. Não sejamos fugazes quanto a isso. Somos humanos e humanos morrem. Morrer nos dias de hoje não significa apenas parar de respirar, pois existem vários tipos de morte. E como você quer morrer? Querem morrer espelhado nos outros? Então chegou a sua vez, no entanto saiba que contigo sempre pode acontecer o que acontece com os demais seres humanos.

" Sou o que eu penso, para vocês, sou o que eu transmito".

Nenhum comentário:

Postar um comentário