10 de dezembro de 2013

Sem comparação

Foto:deliriosesuspiros
Desejo lhe saúde para não ver minhas doenças.
Desejo lhe estudo e sabedoria para entender minhas loucuras.
Desejo lhe amor para não se perder na amargura de uma vida solitária.

Com este amor, para não viver solitária, não lhe dar o direito de querer ser 'eu' muito menos copiar minhas psicoses.
Minhas andanças têm contribuindo para aumento de minha bagagem. Bagagem de informações sem conhecimento, conhecimento sem pretextos, pretextos com linhas tortas. Tortas suficientes para lutar em ficar na direção correta, sempre na trilha exata. Sem cair para lá ou para cá.

Desde que criei este espaço geográfico tenho sido comparado a muitos. Inicialmente decidi não mostrar a tela. Depois fui convencido que o melhor era mostrar a lata. Mostrei e mesmo assim continuam as comparações. Semelhanças? Tenho e quem não tem. Mais do que semelhanças acho que não.

Não sou imperador, papagaio, vagabundo, muito menos puxa tudo. Não sou macaco, não sou Guaxinim, sou apenas eu, professor, mesmo que isso seja pouco para vocês, mas sou eu. E ponto final.

Estamos aqui para ajudar, somar, desde que seja através das críticas sobre os erros cometidos. Aplaudir? Sim, quando necessário. 

"Sou o que eu penso, para vocês, sou o que eu transmito".

Nenhum comentário:

Postar um comentário