23 de fevereiro de 2014

Novo Terror

A palhaçada do terror está novamente implantada em nossos arredores.
Qual a piada de agora? Esperantina voltou a ser notícia contraproducente. Por todas as cidades circunvizinhas e até na capital a chacota está dominando as conversas de rodas de amigos. 
A mídia estadual põe seus holofotes para baixaria que teima em reinar entre nós.

Durante o governo do DEM a terra do Longá (Esperantina) entrou em um colapso de vergonha jamais visto na história recente de nosso povo já tão sofrido pelo sistema político nacional.
Foto: terrordonordeste
Passou o governo do PT e muitos que não admite ser governado pela estrela tentaram derrubar ou manchar a governabilidade do partido dos trabalhadores. Este governo não foi mil maravilhas, mas pelo menos a visibilidade impresumível não foi tão grande como o governo anterior.

E agora? Entrou o governo do PSDB e em menos de 15 meses entramos em mais uma vergonha. Atos impróprios, atitudes não compreensivas por parte de quem defende tal governo.

Os governos passados erraram? Sim, erraram. Mais isso não dar direito aos governantes atuais tirarem o direito de um futuro mais promissor de nossa gente negando-os ou tentando desviar o foco da atual situação em que nos encontramos.
Quando vi a imprensa local passar para o lado da situação imaginei, por um segundo, que seria para mostrar as benfeitorias do governo. Agora vejo, em horas, que a mídia mudou de lado não para mostrar o que deveria ser mostrado de bom para o povo, mas esconder as malfeitorias.
Quem não defende o atual governo deve ficar calado caso contrário pode ser tarjado de desrumamo ou mesmo opositor que é ligado à estrela do PT. Quanto despreparo social e político e prova disso foi o ato nojento que ocorreu na última seção da Câmara Municipal onde a situação, por parte de certas pessoas, quisera intimar a voz do povo que não aceita as políticas de 'boa' conduta da situação.

Cadê uma boa assessoria de assuntos políticos sociais para nossa cidade?

Não quero viver de terror até porque gosto mesmo é de comédia, rsrsrsrsrsr, ou aventura/ficção. 

"Na vida nada é tudo, tudo é pouco e pouco é nada, portanto, vivemos em um ciclo vicioso".

Nenhum comentário:

Postar um comentário