21 de fevereiro de 2014

Secretaria está de cadeira de rodas.

A SEMIDE (Secretaria Municipal de Inclusão de Pessoas com Deficiência) de Esperantina está pedindo, a meu ver, a qualquer morador da cidade ou organização privada, pelo amor que tem ao Pai Celestial, a doação de uma cadeira de roda ou mesmo um caixão para se enterrar de vez, pois morrer com razão é melhor do que viver sem propósito 

decaranaacessibilidade
Ontem recebemos uma denúncia (por que recebemos aproximadamente 50 denúncias diárias de muitos municípios da Região dos Cocais sobre vários assuntos sociais?) sobre a ineficiência dessa secretaria. Um jovem que não tem uma de suas pernas procurou a SEMIDE e lhe informaram que não sabem nem onde funciona tal secretaria, apesar de que ele foi ao lugar certo. Que pena que estamos com falta de pessoas certas.

Se já é difícil se locomover estando em boas condições físicas, psicológicas e mentais imaginem sem estas condições.
Em dias não tão longe de hoje esta Secretaria funcionava a todo vapor com a ajuda da Deputada Regiane Dias através da SEIDE (Secretaria Estadual de Inclusão de Pessoas com Deficiência). Hoje temos não só um simples Deputado, mas o Deputado e Presidente da Assembleia Legislativa apoiando a gestão municipal e mesmo assim esta importante secretaria parece está desativada.

40% da população esperantinense têm alguma deficiência e estes estão sofrendo por não ter um Estado que lhe amparem em seus sofrimentos e angústias.

Talvez minha deficiência seja não enxergar apenas o lado partidário das administrações local ou quem sabe não ter coragem de caminhar ao lado de quem não faz com que eu caminhe sozinho, com minhas próprias pernas.
Espero que a administração atual não seja deficiente o bastante para entender que os nossos deficientes precisam, e muito, dessa Secretaria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário