31 de março de 2014

Dias para não comemorar?

O mês de Março chega ao fim. O terceiro do ano. Um quarto de vida.
Neste mês muitos dias foram para comemorar, apenas foram.

E aqui posso dizer que Esperantina longe está de comemorar de verdade dias melhores.
Vejamos:
Dia 02, dia do Turismo, até que temos alguns locais de visitação, mas nos falta infraestrutura.
No mesmo dia 02, dia da oração, só mesmo com muita oração para caminharmos para frente rumo ao progresso.
Dia 08, dia da Mulher, pouco se reconheceu este ser. Sinônimo de alegria e força, continuamos fracos. Se a justiça prevalecer seremos comandados por uma mulher em dias próximos.
Dia 09, dia do DJ, só cantando um funk para não cair do carro ou mesmo fugir das verdades. A banda Mestre Chico está quase falida e ficamos a mercê de uma música clássica (dia 05).
Dia 10, dia do Telefone, com ou sem fio o importante é não perder a comunicação. Vamos 'ligar' as turbinas para falarmos o que realmente interessa ao nosso povo.
No mesmo dia 10 (dia do sogro) se passou e ninguém agradeceu aos pais de seu/sua namorado (a)/esposo (a) pelo dom da vida.
Para não ficar doente, dia 11 (dia do rim) nada melhor do que trocar a cerveja pelo bom copo de suco natural. Quem sabe retirar este suco da nossa agricultura familiar.
Estou ficando carece de ver que nossa cidade não tem jeito. Dia 14, dia do Careca, foi bastante repugnante a ponto de deixar os cabelos de pé.
Dia 15, dia da Escola, foi mais um dia sem merenda escolar. Crianças passando fome. Aqui e ali. 
Dia 17, dia do meu irmão e do mel, as coisas começaram a ficar menos azedas, apesar de que nossa cidade foi, novamente, ao ar pelo lado negativo. Pega, pega.
Dia 19, dia de São José, por incrível que pareça não choveu em Esperantina. Para os supersticiosos isso significa que teremos poucas chuvas este ano. Em breve irá ser baixado novo Decreto de Emergência para se contratar empresas e serviços sem licitações. Cidade pequena é assim mesmo.
Dia 20, dia da Agricultura e da Felicidade, tristes estamos em ver que um homem daqui não está fazendo o que prometeu. Sem chuvas, poucas felicidades, sem agricultura e novamente sem felicidades.
Dia 21, dia do Sono e da Floresta, só mesmo estando dormindo para ver que nossas chances de sobrevivência são poucas. Mesmo assim devemos continuar acordados para dias menos sofríveis. Neste mesmo dia é dia do Teatro e falar nisso onde está mesmo o nosso? A política esperantinense é mesmo uma peça de teatro. Que bom que nesta data começou uma nova estação do ano - Outono.
Dia 22, dia da Água, o negócio é ver nosso Rio sendo cada vez mais sendo poluído e consequentemente o aumento de políticas apenas para limpar, enquanto o correto era não deixar sujar.
Dia 27, dia do Circo, é muito comemorado por conta de termos muito palhaços se fingindo de homens da verdade. A lona foi montada, agora só basta conseguir mais 04 anos de progresso pessoal.
Dia 30, dia da Juventude, jovens somos para entendermos que os mais velhos de colarinhos brancos sempre nos nega as benfeitorias das quais um jovem precisa para se tornar um adulto conhecedor de seus direitos.
E por fim, dia 31 (hoje), dia da Saúde e Nutrição, estamos doentes por conta de políticas da saúde apenas em ano de eleição. Um remédio se quer temos, apesar de que o melhor seria votar consciente, aí sim, teríamos uma nova realidade para nossa saúde.

"Sou o que eu penso, para vocês, sou o que eu transmito"

Nenhum comentário:

Postar um comentário