31 de março de 2014

Esperantina e seus Cabides de Emprego - Saúde.

Bastou chegar o ano de Eleição Nacional para o famigerado Hospital Julio Hartman de Esperantina receber melhorias.
Agora temos vários tipos de cirurgia. Temos novos médicos. Médicos sobrinho/cabra eleitoral do todo poderoso da nossa política local.
Os serviços são os melhores, mesmo que você passe mais de 1 hora para ser atendido. Sem falar que muitas das vezes o próprio recepcionista quer lhe consultar. Isso mesmo, algumas vezes o recepcionista, que não sabe nem mesmo lhe receber, lhe faz várias perguntas e depois disso lhe diz o que deve tomar e pede para você ir embora. Ora bolas, quem são mesmo os médicos desse hospital, os recepcionistas ou os que se titulam Doutores?

De onde vem todo material comprado para atender este hospital? Fazem licitação para fazer estas compras? Quantos funcionários efetivos tem neste hospital? Quantos são os que entram pela janela jogados pelo 'cabeça branca'? Este que são jogados pela janela são obrigados a votarem na família do 'cabeça branca'? E mais do que isso, trabalham adequadamente para atender às necessidades da sociedade esperantinense? Por que tanta reforma anual neste hospital. Todo ano tem reforma, isso não me cheira bem, hum, hum.

Não podemos aceitar sermos desrespeitos. A saúde é prioridade para o povo e não para os políticos como forma de se perpetuarem no poder. Como vivemos em um Território, já deveríamos ter um verdadeiro hospital estadual sem politiqueiros e politicagem. Para entrar no serviço público deveria ser apenas através de Concurso Público, no entanto observamos apenas funcionários à procura de remuneração pública sem dar um prego em sabão só por ser babão de carteirinha. 

"Sou o que eu penso, para vocês, sou o que eu transmito".  

Nenhum comentário:

Postar um comentário