1 de agosto de 2014

O Brasil está conhecendo Francisco Helito.

Um dia pensei que meu irmão estava disposto a viajar pelos quatros contos de nosso país com o objetivo de conhecer-lo melhor, de perto, vendo e sentindo suas raízes. O mesmo irá, em breve, visitar todas as capitais estaduais e a federal de nossa nação.
Hoje, em seu aniversário, acordei com uma outra ideia. Não sonhei, apenas pensei. É tão difícil pensar neste Brasil. Mas pensar em pessoas que nos faz bem, sempre se torna fácil, saudável.

Não! Não! Não.  Estou convencido de que é o Brasil que está conhecendo meu irmão, e não o contrário.


Vejamos:
A Teresa Cristina (Teresina) é seu ponto de partida. Ensolarada e gentil, Teresina foi a primeira a conhecer-lo. 
Depois veio uma Fortaleza de amor e o amor lhe cobriu de benças. Os santos (São Luiz e São Paulo) lhe abraçaram com gentileza. Volte sempre querido Helito!
Os Recifes geográficos fizeram-o bem. Do Rio de águas mansas ( de Janeiro à Dezembro) até os Portos Alegres da vida também lhe dera a graça de conhecer-lo. 
Agora mesmo o Salvador, que não é Jesus, os visitou. Para melhor descansar em seu dia (Aniversário) o Belo Horizonte abriu lhe o espaço dos sonhos.
Bem ali no centro do planalto, a capital Federal Brasília lhe esperava. Ao lado, a planta azulada (Goiânia) teve o prazer de ser vista pelos seus olhos de Francisco.
O fabricante de cuia (Cuiabá) deu lhe a graça, abriu suas portas e abraçou-o. Que beleza! Seja bem vindo!
Belém do menino Jesus preparou aquele velho e gostoso peixe no tucupi. Volte sempre Francisco Helito!
Para finalizar 'aquele que possui asas' (Maceió) deu mais asas a este meu irmão, onde, sem medo, irá percorrer todos os seus caminhos aprendendo e ensinando, amando e sendo amado, descobrindo e sendo descoberto pela arte de viver.

Parabéns meus irmão Francisco Helito e desculpe por não colocar mais capitais que você já visitou.
De seu irmão e compadre, de sua cunhada e comadre Kátia Silva e principalmente de sua sobrinha e afilha Maria Sophia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário