12 de setembro de 2014

Nova Escolhinha na Educação esperantinense.

Nova Diretora.
"Nada de educação tradicional".

Um ex-assessor da administração do PSDB um dia falou esta frase para minha pessoa. Concordei plenamente.
Em muitos setores da administração pública esta palavra "tradicional" já não é mais bem-vinda. Já em outros setores ainda deve ter seus traços para uma boa organização. Não estou falando de burocracia.

Pela Secretaria de Educação passaram o geógrafo Jorge Meneses, os técnicos Conceição de Maria e Valdemir Miranda e por último outro geógrafo, Adriano.
Deixaram seu legado. Foram considerados bons ou ruins quem deve afirmar é a sociedade.
Cada um desses secretários teve seus assessores, com ou sem saltos altos, que montaram suas lições de atuação. Alguns desses levantaram tanto o queixo que não conseguiram ver que o caminho deve ser o da humildade.
As escolas quase foram fechadas, de acordo com alguns vereadores tiveram merendas estragadas em seu cardápio e em outros momentos não tiveram merendas. Alguns ônibus quase caindo aos pedaços apenas para agradar os donos que eram ligados à administração para transportar os alunos foram contratados.

Agora não. A escola é outra. A metodologia também. Os 'alunos' que são os mesmos. Qual será a nova lição? Quem serão os novos professores? Até quando (risos)?
Irá melhorar a aprendizagem ou continuaremos com os péssimos índices?
Quem assume a diretoria é Maninha. Mana de quem? Neste momento outros risos (rsrsrsrsrs).
Dizem ser incompetente e até compenetrada. A oposição acredita nisso. Os mais próximos duvidam. 
Seus aliados, com ou sem salto alto, devem ajudar a sociedade, deve deixar seu legado sem queixo levantado.
Um de seus colegas é altamente "burocrático" no que faz a ponto de frear o desenvolvimento educacional e manchar a nova diretoria da nova escolinha.

Com esta nova escolinha tem muita gente chateado, pois deixaram de merendar da máquina pública. Será que os novos membros irão merendar como os de outrora?

Vamos esperar as próximas lições educacionais. Caso não ensinem adequadamente, as críticas dos alunos de outras escolas irão ser feitas paro o bem de todos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário