4 de outubro de 2014

2ª Rodada do último Debate Presidenciável

Neste bloco de debate 'pessoal' e não de candidatura, o Circo já estava montado. Os ânimos chegaram à flor da pele.

* Aécio Neves se deu bem neste bloco. Foi o melhor. 'Acabou' com a Dilma Rousseff ao falar da necessária privatização pelo PSDB na última década do século XX. Citou exemplos de TELEBRAS, da EMBRAER e de setores da indústria de Bens Intermediários que deram ao Brasil a chance de ser o que é hoje. Parabéns a este candidato.
* Enquanto Aécio 'acabou' com a Dilma Rousseff, a presidente por outro lado 'acabou' com Marinha ao explicar-la sobre a verdadeira diferença entre Autonomia e Independência do Banco Central. Marinha se perdeu ao tentar criticar Dilma sobre o papel do Banco Central frente as políticas econômicas do Brasil.
* Pastor Everaldo tenta driblar uma regra do Debate ao fugir de tema pré-estabelecido quanto à sua pergunta a Aécio Neves. O tema era previdência, no entanto falou o que Aécio tinha para falar sobre o PAC, que em sua visão, poderia ser Pacto do Atraso do Crescimento ou Pacto da Aceleração da Corrupção. 
* Levy Fidelix fala: "vem aqui" por duas vez se referindo à candidata do PSOL Luciana Genro. Fidelix nega falar o nome da candidata por conta das críticas da mesma contra ele.
* Luciana Genro diz que Marina tem braço fraco ao ceder, facilmente, às pressões mais simples possível. "Bastou 03 twittadas de Silas Malafaia para você, Marina, mudar o seu discurso".

Nenhum comentário:

Postar um comentário