17 de fevereiro de 2015

Trânsito sem sinalização de nossa cidade atropela esposa de vereador.

Firmemente não acredito que exista um trânsito correto sem a devida sinalização.
Sendo assim Esperantina não conta com um trânsito de verdade.

A falta de sinalização acarreta vários problemas seja em cidade pequena ou grande, com muito ou quase nada de trafego.
Invés de contribuir para o bem está das pessoas que fazem uso para se deslocar para o trabalho, para os estudos, para o lazer e outros fins, o trânsito sem leis de nossa cidade mais atrapalha do que ajuda.

Quem faz este trânsito? 
Quem tem responsabilidades por ele?

A falta de sinalização de nosso trânsito atropelou a esposa e a sogra do vereador pmdbista Regys Carvalho na tarde dessa Segunda-Feira de Carnaval em um cruzamento da Praça Leônidas Melo.


Neste cruzamento, como em qualquer outro do país, existe uma preferencial e uma parada obrigatória.
Vinham a esposa e a sogra do vereador na preferencial, dirigindo seu novíssimo carro de cor branca, placa de Esperantina.
Enquanto na rua de parada obrigatória vinha outro carro de cor branca, dirigido, provavelmente, por um cidadão da cidade de Campo Maior, pois a placa do carro é dessa mesma cidade.

Pela omissão do poder executivo e legislativo do município, a rua de parada obrigatória não contém nenhuma faixa de sinalização, seja ela vertical ou horizontal.

Coitado do motorista de Campo Maior, não sabendo ele que deveria parar (por falta de sinalização) atropelou o carro da esposa do vereador, que de conhecedora de seu direito de seguir em frente sem parar no cruzamento, seguia tranquilamente seu destino.

Eis que seu destino, neste momento, foi beber o próprio veneno da omissão de parte de seu cônjuge em não ser um pouco mais atuante seja pela cobrança ao poder executivo da cidade seja em cobrar de seu padrinho partidário da Assembleia Legislativa do estado.

Dessa forma, quem irá pagar os prejuízos?
O motorista do carro de Campo Maior ou a prefeitura municipal?

Como em nossa cidade as coisas acontecem, principalmente no trânsito, somente quando uma vida é perdida, neste caso não as coisas continuarão como estão, pois ninguém morreu. Pelo menos isso.

Por enquanto vamos esperar outro atropelamento, que há de não demorar. 

Baaaaa, morreu? Não. Que bom, menos mal.
Carro da esposa do vereador.





2 comentários:

  1. Pelo menos Agora Vereador vai TER UMA AÇÃO tentar resolver isso, ja que aconteceu com um familiar ! :) como diz o ditado: Ação gera reação ou melhor um prejuízo para os representantes gera um beneficio para sociedade ?

    ResponderExcluir
  2. Na verdade, como não tem sinalização, todos tem que parar, antes de atravessar o cruzamento.

    ResponderExcluir