8 de abril de 2015

Nem eu sabia

De volta estamos.
Depois da semana caçadeira, aqui paramos.
Depois da Semana Santa, de volta ao batente.

Muitas mortes no Oriente Médio foram feitas durante nossa ausência.
O imperialismo Norte-Americano no Norte da África continua sem cessar.

A crise do Petróleo se mistura à hídrica. E mesmo assim por aqui voltamos com as ideias misturadas.

Antes da 'parada' obrigatória de nossos serviços aqui neste Espaço Geográfico online a U. E. Tenente Freitas, localizada em Vitória de Baixo (zona rural do município de Batalha) não estava todo este 'picolé' da educação que foi descrito ontem em uma Reunião de Pais e Mestres.

A direção da escola preocupada com os andamentos educacionais de seus alunos convocou os pais e responsáveis para uma pequena e necessária reunião para discutir entre outras pautas o fadamento escolar, as atividades extra-classe do ano letivo de 2015 e palestrar sobre a importância da interferência direta dos pais no desempenho escolar dos alunos.


Para tanto foram convocadas para a reunião uma representante da Secretaria de Educação do município, uma psicóloga e uma assistente social.

Durante a palestra da representante da secretaria de educação percebi que nem eu mesmo sabia que a referida escola estava tão boa.

Merenda escolar preparada por uma nutricionista para os vários públicos/alvos: creche, educação infantil e ensino fundamental menor e maior em que a escolar trabalha. Isso tudo durante todo o mês.
Transporte escolar em dia e com todo conforto em que as crianças merecem.
Material escolar que há de chegar na escola nos próximos dias entre eles até colchonetes para as crianças sonolentas.

Antes da Semana Caçadeira sabia eu que o motorista do único e ineficiente transporte escolar da escola em questão estava com salário atrasado.
Sabia eu que os professores da escola estão sem receber o Piso Salarial do Magistério desde 2013.
Sabia eu que  a escola não conta com vigias nos turnos manhã e tarde.
Sabia eu que as auxiliares não fazem sequer um café para os funcionários porque fazem apenas o que acham conveniente fazer.
Sabia eu que a merenda escolar só dura duas semanas no mês. E a mesma, como os próprios alunos falam, é suco com biscoito e biscoito com suco.
Sabia eu que até hoje o quadro de professores não está completo faltando profissionais de algumas áreas.

Sabia eu que nem eu sabia de tantas maravilhas que têm nossa escola perante a opinião dos seus governantes.


Nenhum comentário:

Postar um comentário