5 de junho de 2015

A política deve ser assim?


A cada dia uma nova situação, uma nova aprendizagem.
Barbaridades ditas e feitas não espantam mais.
Recentemente um jurista, em rede nacional, disse que o aumento no Auxílio Moradia do Magistrado Federal era uma forma obscura de aumentar seus salários.

Bem mais perto de nós esperantinenses, aconteceu que este vídeo acima foi publicado em rede social mostrando as peripécias de uma política sem escrúpulo, desenfreada e desonesta.
O vídeo relata o comportamento de um ex-deputado federal.

Aproveito para lembrá-los que um parlamentar federal no Brasil ganha mais do que um professor universitário federal. Mais uma vergonha.

Este ex que ser um atual gestor municipal. Não se esqueçam disso, apesar de que esquecer é uma 'virtude' de troca.

Em meio a escândalos como a Lava Jato, de algumas Instituições Bancárias, da compra de votos na Câmara e Senado Federal (em troca de empregos em várias instituições governamentais), mais recentemente da FIFA e consequentemente da CBF, ver estes escândalos aqui próximo de nós nada mais é do que a realidade na qual estamos afundada.

Práticas de muito longe enraizadas no pensamento daqueles que se interessam pela politicagem em troca de benefícios próprios.

Navegamos contra a maré, contra nossos representantes. Não estamos saindo do lugar.
Ver e sentir os políticos nos 'roubar' as esperanças já é neutralidade de nossos atos perante o que queremos e esperamos de cada um de nossos benditos representantes.

Falhos somos porque mesmo depois de tantas tempestades de desvaneios com a máquina e dinheiro público esquecemos de que a cada dois anos temos, ou pelo menos deveríamos ter, o poder de não colocarmos estes homens que não nos representa no poder de nos comandar.

Façam suas reflexões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário