16 de agosto de 2015

Mais um campeonato sem estádio

Foto ilustrativa
Já ouviram falar que o Brasil vive o que a Europa viveu a cem anos?

Isso mesmo. Tem historiadores, cientistas políticos, antropólogos, geógrafos que afirmem isso.

As tecnologias que foram invetadas a mais de um século só agora chegam a estas bandas tupiniquins.

Se o Brasil vive dessa forma, o que dizer especificamente de Esperantina?


Na terra do futebol que é nosso Brasil, por incrível que pareça, Esperantina não tem um estádio de futebol.

Matias Olímpio tem. Joaquim Pires tem. Batalha tem. Até o Morro do Chapéu tem, mas a terra dos deputados não tem.
Foram os deputados daqui que destinaram verbas federais para fazer estes estádios, com exceção de Batalha, acredito eu.
No entanto aqui em Esperantina não tem. Vai entender.

Enquanto a briga política de partidos não chega ao fim, esportistas driblam as dificuldades para praticarem o futebol que tanto gostam.

Uns dão o ponta pé inicial para a alegria de muitos de nossos jovens que sofrem a falta de espaços públicos de lazer e esportividade.

A Fundação Banco do Brasil até tem um espaço para a prática do futebol, mas por falta de boa vontade dos bancários do Banco do Brasil de Esperantina a AABB está entregue ao despotista Beto da Saúde.

E no momento, por intermédio de Beto da Saúde, o apaixonado João Paulo do bairro Mão Santa está organizando mais um torneio society.

A competição teve início no sábado passado (08/08). Conta com 8 equipes, mais de 100 atletas.
Uma ajuda aqui e outra ali, João Paulo faz a tabelinha para dar certo esta competição.
Infelizmente a infraestrutura da AABB não contribui. Mesmo assim a torcida, ociosa por atividades esportivas na terra dos deputados, está marcando presença.
Tem até pessoas ganhando uma renda extra na venda de bebidas e lanches.

Na esperança de dias mais verdejantes, continuaremos por aqui jogando a bola para você tirar suas conclusões sobre a bola murcha que fazem de Esperantina e sua gente.
Se cair, é penalty. 






Nenhum comentário:

Postar um comentário