Pular para o conteúdo principal

CEEP Leonardo das Dores comemora Dia do Professor

Precisamos nos unirmos mais fora da sala de aula. Esta vida profissional estressante nos consume demais.
A falta de reconhecimento tanto por parte dos governantes como de boa parte da sociedade, tida como letrada, só ajuda para nos sentimos ainda mais desgastados por horas de leitura, aprendizagem e compartilhamento do saber para com nossos alunos.

Os professores também são gente! Já ouviram falar nisso? Pois é. Temos sim um vida fora dos muros escolares.
Por esta e tantas outras razões ainda existem professores que pensando nisso fazem, sempre quando possível, a vida acontecer entre os profissionais da educação.
Há alguns anos Valdemir Miranda, quando ainda era Supervisor da Rede Estadual de Ensino em Esperantina, construiu um espaço cultural, singelo e aconchegante, nas dependências do Ginásio Dídimo de Castro para reunir colegas professores e a sociedade em geral para momentos de lazer.

Quando o mesmo se afastou da Supervisão o espaço cultual caiu em esquecimento.
A Supervisão de ensino teve uma nova gestão e o espaço cultural não foi utilizado para o bem dos professores.

Eis que agora, não mais como supervisor e sim como coordenador de Estágio do CEEP Leonardo das Dores, Valdemir Miranda juntamente com sua inseparável amiga Josélia Veras tentam revitalizar o espaço cultural.

E a primeira atividade foi a de comemorar o Dia do Professor.

Os professores e convidados do CEEP Leonardo das Dores ganharam uma festa nesta noite de 15 de Outubro embalados pelos músicos Pedrinho Sena e Joãozinho (que não é dos teclados).

A 'zoeira', por incrível que pareça, foi até as cinco da manhã.

Na abertura do evento a Professora Marinalva Freitas celebrou a palavra de Deus.
Logo após foi servido um belo churrasco.
Teve também distribuição de brindes para os professores presentes.

De qualquer forma, o espaço cultural começa a ser revitalizado e quem agradece por isso são os professores que terão, a partir de agora, mais um local para curtir entre amigos suas raras horas vagas.
















Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Bom dia ou Boa Tarde?

Alguns seres classificam esta diferença entre dar um BOM DIA ou BOA TARDE levando em conta o ALMOÇO e não as horas do movimento de Rotação da Terra. Você já foi corrigindo quando desejou um BOM DIA para quem já tinha almoçado? Provavelmente que sim. As indesejadas situações onde somos corrigidos quanto as felicitações de gentileza muitas das vezes não são agradáveis. Então quando devemos desejar BOM DIA, BOA TARDE? Depende das horas e não do almoço em si. Os cronologistas não aceitam esta afirmativa. Para os cronologistas o DIA tem 24 horas, portanto, desde que você esteja dentro desse período sempre será "dia". Como será você chegar na casa do (a) namorado (a) a partir das 21:00 hs e dar um BOM DIA em plena noite? No mínimo será cogitado de doido(a) ou bêbado(a). Independente da gentileza que queira passar ou até mesmo a educação que recebeu dos pais e familiares em geral o mais adequado é que das 06:00 hs até as 12:00 hs você deve dar um BOM DIA e depois do meio dia até a…

Países de industrialização tardia.

Depois da Inglaterra, Bélgica, França e Estados Unidos foi a vez de Alemanha, Japão, Canadá e Itália a se industrializarem. Por que a Alemanha (3ª Economia do mundo) se industrializou tardiamente em relação aos países pioneiros? Sua história é marcada por guerras, destruição e reconstrução. Foi derrotada tanto na 1ª como na 2ª Guerra Mundial, foi dividida e mesmo assim conseguiu reunir forças para sair, rapidamente (30 anos) dos destroços e alcançar a 3ª posição dos países mais industrializados do mundo capitalista de hoje. O Japão foi a 1ª potência a se industrializar na Ásia. Hoje é a 4ª potência econômica do mundo. Mesmo durante a 2ª Guerra, onde foi totalmente arrasada, aprendeu que para se alcançar a meta de um país industrializado é necessário se investir em Educação para gerar capital e consequentemente comprar matéria-prima na qual não tem em seu pequeno subsolo. Este dois países deram exemplo de trabalho, dedicação, força de vontade e esperança para o mundo ao mostrar que me…

Não plante Nim Indiano

Especialistas de várias áreas, biólogos, geógrafos, pesquisadores, do estado do Ceará estão preocupados com a morte do bioma Caatinga naquele estado por conta do plantio desenfreado do Nim Indiano (Azadirachta). indica A. Juss.

Estes especialistas defendem esta tese com base em observações in locus nestes últimos 10 anos.

A região de Inhamuns, sudoeste do estado do Ceará, está sofrendo com a proliferação do Nim Indiano - planta exótica oriunda da Índia. 

Invés de plantar árvores nativas da Caatinga, a população em geral e o Estado estão preferindo o Nim. 

..."a espécie Nim se alimenta dos microrganismos da terra, é repelente natural de proporções desastrosas para a fauna e a flora, tem poder extraordinário de reprodução que já está sem controle, é árvore invasora, é abortivo natural que já ocasiona danos na região", explica Jorge de Moura, secretário executivo do Pacto Ambiental da Região dos Inhamuns (Parisc).