28 de dezembro de 2015

Eleição para Gestor Escolar: marco histórico para o Maranhão

O governo do Maranhão através da Secretaria de Educação (SEDUC-MA) realizou no dia 10 de Dezembro do 2015 as eleições para Gestor Escolar da rede estadual de ensino em todo o estado.
Estas eleições contou com a participação ampla dos pais de estudantes, estudantes e profissionais da educação.
Para um estado ultra estagnado na área da educação, este processo de eleição marca um momento histórico para todo o estado no que diz respeito ao à uma gestão democrática, participativa e compromissada com o bem estar da população educacional.  

Para um estado que vivia nos cabrestos da família Sarney, esta eleição irá, com certeza, refletir na melhoria da qualidade de ensino e da aprendizagem, consequentemente na melhoria e desenvolvimento, como um todo, desse estado que amarga as últimas posições em vários setores sociais comparado aos outros estados da federação.
Especificamente falando da cidade de Magalhães de Almeida - 74 km de Esperantina - a disputa foi levada a sério pelas duas candidatas à gestora.

Na Chapa 01 tinha como candidatos Eline Sá (Gestora Geral)  e o esperantinense Adail Júnior como Gestor Adjunto.
Na Chapa 02 tinha  como candidata Silvana Costa como Gestora Geral.

As duas candidatas procuraram convencer alunos, pais de alunos e demais funcionários na intenção de obterem votos e se consagrarem campeãs.

Silvana Costa é ligada ao grupo do prefeito local e ao ex grupo estadual de José Sarney. Foi gestora  da rede estadual de 2012 a 2014. Infelizmente pouco fez para a melhoria da educação local.

Já Eline Sá, através do atual grupo estadual de Flávio Dino (Governador do Maranhão), só a partir de Fevereiro do corrente ano passou a dirigir a pasta de gestora da rede estadual de ensino na cidade de Magalhães de Almeida.

Mais sociável, aberta ao diálogo, Eline aos poucos foi conhecendo de perto a realidade dos anexos (zona rural) e consequentemente profissionais da educação e alunos foram conhecendo sua nova diretora, coisa que Silvana Rocha não fez, infelizmente.

Eline Sá em apenas 10 meses de gestão fez uma Gincana Cultura reunindo todos os alunos e professores em pleno estádio de futebol da cidade, garantiu merenda escolar durante os cinco dias letivos da semana, transporte escolar, melhorias estruturais dos prédios escolares, planejamentos bimestrais e semestral, incentivou os professores para desenvolverem atividades extraclasse.

Tudo isso fez com que a comunidade escolar reconhecesse em Eline Sá a melhor para dirigir a rede estadual de ensino de Magalhães de Almeida nos próximos dois anos.

A vitória de Eline Sá ultrapassou os 70% dos eleitores. Para quem trabalhou apenas 10 meses contra 03 anos da outra candidata, esta porcentagem demonstra que a política local municipal já não é a mesma. Mostra que, hoje, alunos e pais também tem vez nas políticas educacionais da escola.

Nenhum comentário:

Postar um comentário