15 de março de 2016

Querem a cabeça, mas perderão as próprias asas

Veio à tonha nestas últimas horas um fato não muito estranho ao meio político esperantinense.
Foi divulgado que o ex-gestor municipal de Esperantina, Francisco Antonio, mais conhecido no mundo político partidário como Chico Antonio, pediu ao governador do estado que a gestão escolar do CEEP Leonardo das Dores seja substituída.
Este fato ainda não foi comprovado se realmente Chico Antonio fez este pedido ao governador. São apenas suposições, por enquanto, apesar de que quem falou em rede social aberta garante que este episódio é verídico.

Sendo ou não verdade esta bomba, eis que a questão agora é aprofundada por muitos leitores em rede social onde foi divulgado tal episódio. Muitas pessoas, ligadas à educação e à política, estão fazendo seus comentários.
Muitos, para não dizer todos, saíram em defesa da gestão educacional atual do CEEP Leonardo das Dores. Ex-alunos, alunos, professores do Centro Estadual de Educação Profissional Leonardo das Dores estão defendendo a permanência da atual gestora Elisaldete Barros.
Três fatos são muito estranhos a observar neste rebuliço todo.

Vamos a eles:
1º - É ano eleitoral.

Chico Antonio, ainda ligado à estrela vermelha pelo menos até o próximo dia 02 de Abril, quando acaba as filiações partidárias para as eleições 2016, já faz pré-campanha (se é que existe este termo) para sua esposa. 
O ex-gestor se afastou da atual gestora Vilma Amorim que pela lei (com L minúsculo mesmo) está na vez de ser a candidata pela estrela vermelha ao cargo majoritário do poder executivo de Esperantina, puxou vários coligados do PT para seu lado. Entre estes o professor e agora Supervisor de Ensino da Rede Estadual em Esperantina Edmílson Quaresma, o popular Edmílson do PT.

Querendo mídia, eu acho, Chico Antonio pede a 'cabeça' de Elisaldete Barros para colocar em seu lugar Edmílson do PT.

A grande questão aqui se refere a má reputação como profissional da educação que Edmílson do PT sustenta na praça perante professores, alunos e pais de alunos.
"Se como professor não é exemplo, imagine como diretor", nos falou um aluno do CEEP Leonardo das Dores.

2º - CEEP Leonardo das Dores deverá mudar de prédio ainda este ano

Outra questão que nos faz ficarmos intrigados quanto a este corriqueiro episódio político esperantinense de perseguição em ano eleitoral diz respeito à mudança de prédio pela qual a escola técnica profissionalizante referida acima passará. O novo prédio tem estrutura de primeiro mundo, ou seja, é de chamar atenção até mesmo daqueles que não tem muito conhecimento sobre educação.

A vontade de dirigir uma altíssima e avançada estrutura educacional jamais vista em Esperantina talvez tenha batido na porta daqueles que dizem que são defensores de partidos políticos no Brasil, que é caso de Chico Antonio e Edmílson do PT, mesmo que não tenham hombridade ao seu partido a nível local.

3º - Baixar de nível?

Como sabem, Edmílson do PT hoje é Supervisor de Ensino da Rede Estadual em Esperantina, cargo mais elevado na hierarquia educacional estadual em nossa cidade.

Agora, através dos atos podres da política, quer ser rebaixado a diretor?
Não entendi!

Alguns leitores que opinaram em rede social sobre este fato, chegou a falar que este rebaixamento de cargo é por conta de que a Supervisão de Ensino não gerencia tanto dinheiro como a nova Escola irá gerenciar.

Com malandragens políticas ou não, o importante é termos nossa opinião sobre os fatos que nos rodeia.
Precisamos ter em mente que somente através de uma boa educação é que teremos um futuro mais digno onde todos poderão usufruir do bom e do melhor trilhando seus sucessos por meio de seus méritos.

Elisaldete Barros continua onde está, e há de permanecer, por conta de seu trabalho voltado para uma boa educação. Caso não tivesse, até agora, desenvolvido um trabalho de respeito já teria sido retirada de seu posto. 
Acredito que não será uma manobra de interesse pessoal que irá tirá-la de onde deve está, pelo menos até seu primeiro dia de aposentada ou até onde suas forças permitirem, pois cabras da peste de dentro do governo político estadual e municipal reconhecem bastante seu trabalho em prol de uma educação sem aproveitamento pessoal aponto de lutar por sua permanência.

Quanto aos três, resolvam suas pendências partidárias até o dia 02 de Abril, caso contrário a presidente do Partido, Senadora Regina Sousa, irá cortar suas asas e vocês não terão mais esta liberdade de mandar e desmandar nos órgãos estaduais em Esperantina. E caso isso aconteça, vocês terão que subir o morro - SDB ou MDB.

"Posso não concordar com nenhuma das palavras que você diz, mas defenderei até a morte o direito de dizê-la" (Voltarie).

Fto - histrange

Nenhum comentário:

Postar um comentário