24 de maio de 2016

Transporte Escolar de qualidade é em Batalha

Já falamos aqui em nosso Blog que na cidade de Batalha parece que existe Leis próprias, onde Lei Estadual muito menos Federal não têm vez.

Enquanto o governo Federal envia a todos os municípios do Brasil verbas para o Transporte Escolar de qualidade através do Programa de Apoio ao Transporte Escolar - PNATE, instituído em 2004, Batalha ainda apadrinha seus cabras eleitorais ao alugar seus inadequados carros de carga para transportar as crianças para as ineficientes escolas municipais.

Vejam bem esta imagem feita por um fotógrafo amador.

Pergunto a vocês: esta antiga pampa é um transporte adequado para levar nossas crianças às escolas? Pergunto mais: vocês papais batalhenses tem coragem de deixar seus filhos irem para uma escola em transporte como este da foto?
O que as autoridades locais têm a falar sobre isso?

Começo indagando o poder Judiciário em nome do Promotor Antônio Charles de Almeida. É possível crianças serem transportadas dessa forma? O que diz a Lei do Brasil quanto a isso?

E você gestora Municipal Teresinha Lages, o que tem a dizer? Você que quer continuar sendo gestora de Batalha, será que suas atitudes perante a educação e às crianças batalhenses estão em consonância com seu 'querer' permanecer na cadeira do Poder Executivo municipal de Batalha? Sabemos que você não fala, então esta pergunta vai ao seu esposo Antônio Lages.

Quanto aos vereadores que bajulam a atual gestão de Teresina Lages, vocês merecem ser reeleitos? Para falar a verdade, acho que vocês não merecem mais do que 05 votos nas urnas pelo comportamento nesta gestão, comportamento vergonhoso.

Sindicato, população em geral, vocês concordam com esta política de transporte de alunos em carros alugados sem a minima segurança possível? Quando não é uma Pampa, são D-20s. Queima!

Esta política é de apadrinhamento político. 
A gestão sente se obrigada em dar empregos àqueles que deram muitos votos nas urnas, assim alugam seus carros, apesar de que esta política vai de desencontro com as normas legais que regem nossa sociedade.

"Posso não concordar com nenhuma das palavras que você diz, mas defenderei até a morte o direito de dizê-las" (Voltarie).

Nenhum comentário:

Postar um comentário