27 de agosto de 2016

"Tá de brincadeira"

Já estamos acostumados a sermos enganados. Vivemos sempre sendo iludidos.
Em épocas de campanha, devido as paixões e o romantismo político, esta nossa ilusão fica mais fácil de ser atingida.

Não é porque o circo da política partidária está montado que devemos ser chamados de palhaços muito menos bobo da corte frente ao reinado dos economicamente bem dotados.

Sempre falo aos meus colegas e alunos que devemos ser céticos quanto ao posicionamento de qualquer político partidário. Não devemos desrespeitar-los, devemos duvidar de qualquer ação dos mesmos.
A Justiça Eleitoral, anos após anos, tem tentado fiscalizar as contas de cada gestor ou pretendente a ela (gestão).

E aqui, preocupados que somos, fui navegar pelo site http://www.tse.jus.br/eleicoes/eleicoes-2016/divulgacao-de-candidaturas-e-contas-eleitorais e aqui encontrei uma grande pérola política.

Entre os 06 candidatos a gestor municipal e vice gestor municipal de Esperantina nas eleições de 2016, de acordo com o que apresentaram junto a Justiça Eleitoral como bens particulares, o mais rico é o candidato a vice gestor Amancin da coligação "Juntos com o povo" com um patrimônio de R$1.520.000.00.

O segundo mais rico é o vice a gestor municipal Raimundo Fontinele da coligação "Unidos por uma nova Esperantina" com patrimônio de R$ 261.600,00.

O terceiro mais rico é o candidato a gestor municipal Francisco Antonio da coligação "Juntos com o povo" com um patrimônio de R$ 160.106,69.

O quarto mais ricos é o candidato a vice gestor Jânio Filho da coligação "Esperantina no rumo certo" com um patrimônio de R$ 90.500,00.

O quinto candidato mais rico é Vilma Amorim da coligação "Esperantina no rumo certo" com um patrimônio de R$ 53.982,75.

E o sexto mais rico, neste caso o mais pobre entre os candidatos, é Marllos Sampaio da coligação "Unidos por uma nova Esperantina".

Não me levem a mal, mas não posso deixar de rir (kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk).

O homem que nasceu em berço de ouro, que teve tudo o que desejou desde criança, que estudou nas melhores escolas do Piauí, tudo isso por conta do gigantesco patrimônio familiar, é o candidato mais pobre entre os seis candidatos a gestor e vice gestor de Esperantina. É de estranhar.

Quando Deputado Federal não ganhava menos R$ 25.000,00 ao tempo que recebia como Delegado da Polícia Civil do estado do Piauí. E de acordo com o Portal da Transparência do estado do Piauí, o mesmo ganha mais de R$ 19.000,00 por mês.
Somando tudo isso, não ganhava menos do que 40.000,00 mês.

E o mesmo declarou junto a Justiça Eleitoral que tem bens avaliados apenas de R$ 35.000,00? 

"Tá de brincadeira" comigo, conosco esperantinenses.

"Posso não concordar com nenhuma palavra que você diz, mas defendei até a morte o direito de dizê-la" (Voltarie)".

Fto - criarmeme

Nenhum comentário:

Postar um comentário