1 de setembro de 2016

Funcionário Público é preguiçoso?

Dar até vontade de vomitar vendo pessoas que não respeitam o próximo.
Assistindo este vídeo percebi que além de pagar uma pesada carga tributária por mês, ainda pago, em média, R$ 90,00 para sustentar deputados estaduais do Piauí. E o que eles fazem por mim, melhor dizendo, o que um deles faz por mim? Chama-me de preguiçoso.
E vocês colegas de profissão, que também foram chamados de preguiçosos pelo presidente da ALEPI, sentem a vontade, ainda, em defender-lo?

É uma pouca vergonha dizer que político, de forma geral, trabalha mais que um funcionário público, não é mesmo?
Dar nojo em ter que assistir estas mentiras.

A TV Clube fez esta reportagem para levar até nós mais informações sobre os 30 deputados estaduais do Piauí e suas gastanças.
Fto - cidadeverde
Esta imagem demonstra muito bem o desejo de continuar a usufruir da máquina pública por parte dos políticos. Este deputado está a comemorar a vitória de Themistocles Filho para presidência da ALEPI em um passado recente.
São mais de R$ 200 mi (ano) gastos com as regalias desses 30 deputados.

E um deles, logo o presidente, falou em bom tom, no vídeo, que político partidário trabalha de domingo a domingo e que funcionário público trabalha apenas de segunda a sexta-feira sem a necessidade de levar trabalho para casa.

Pouca verdade.

Pega, pega seus funcionários públicos de Esperantina que os defendem. Acho é pouco.

Como professor que sou, vou ali fazer e corrigir algumas provas. Sou ou não sou preguiçoso seu político? Quando terminar meu trabalho de casa, voltarei aqui para conversarmos mais. Até logo.

Dá licença meu!

"Posso não concordar com nenhuma palavra que você diz, mas defenderei até a morte o direito de dizê-la" (Voltarie).

Nenhum comentário:

Postar um comentário