13 de fevereiro de 2017

Professores da cidade de Batalha agora têm 'vez'

Ano novo, novas esperanças.
Bastou começar o ano de 2017 para os professores da rede municipal de Batalha começarem a usufruir de seus direitos que há muito não se fazia.

Está mais do que comprovado que os Lages, em Batalha, encabeçado pelo ex-primeiro damo Antonio Lages, não gostam ou não dão valor à educação, aos professores, pelo menos de uma forma geral.

Muitos professores entraram na Justiça, desde 2013, para conseguirem seus direitos: férias, licenças, mudança de nível, mudança de classe, recuperar horas/aulas ou mesmo alguns trocados que teriam perdido ao longo desses 04 anos de mandato de Teresinha Lages.
A Justiça daquele município desde então teria dado pouquíssimas causas a favor dos professores.

No entanto, saiu Teresinha e assumiu João Messias e logo os professores foram e estão sendo beneficiados com a atuação do Judiciário a favor das causas quase perdidas durante o mandado dos "lagistas".

Antes tarde do que nunca.

Ao tempo que os professores estão ganhando suas causas, a mídia local daquela cidade está divulgando os atos que de certa forma são contra a Prefeitura. 
Esse tipo de coisa não acontecia também.

Que bom que os professores de Batalha "agora" têm este canal virtual para mostrarem suas reclamações, reivindicações, direitos perante o Poder Executivo comandado por João Messias Melo.

Novo mandato, boas novas e assim seja por muito tempo, pois independente de quem esteja a frente do Executivo, do Judiciário, os professores precisam a cada dia de mais reconhecimentos para desempenharem melhor suas atividades diárias. 

"Eu só sou responsável pelo que falo, não pelo o que você entende" (Renato Russo).

Fto - juizadodepequenascausas  

Nenhum comentário:

Postar um comentário