22 de março de 2017

Fim de Império Educacional

Como qualquer império ao redor do mundo, alguns impérios educacionais do Território dos Cocais chegaram ao fim neste início de 2017.

Os ânimos entre EUA e Rússia voltam a se acirrarem quanto aos interesses em dominar a Geopolítica mundial.

Enquanto isso, os ânimos de muitos professores do Território dos Cocais começam a melhorar por conta do fim da "dinastia" educacional de duas cidades vizinhas à Esperantina.
Vocês já sabem que nas cidades de pequeno porte os governantes tem o costume de fazer da administração pública uma administração caseira onde os agentes públicos são substituídos por agentes familiares ou mesmo parentes/amigos de segundo e terceiro grau.

Estes agentes, por terem a confiança de seus chefes e principalmente por esquecerem que são meros prestadores de serviços públicos aos mais humildes, fazem de suas pastas governamentais uma verdadeira cozinha onde o tempero que prevalece é a perseguição, opressão e muitas outras atitudes que não ajuda na limpeza das mazelas tantos os profissionais da educação como dos próprios alunos.

Esta prática favorece, a curto prazo, para um desgaste administrativo e opinião pública.

E passados mais de uma década, enfim, o império COCAL da educação nas cidades de São João do Arraial e do Morro do Chapéu tem um ponto final.

E que este ponto não volte a ser uma vírgula.

"Eu só sou responsável pelo que eu falo, não pelo o que você entende" (Renato Russo).

Fto - portalfiel

Nenhum comentário:

Postar um comentário