25 de abril de 2017

Corte de Asas

É surpreendente as atitudes da política partidária.
A cada dia nos deparamos com fatos que nos envergonha.

A política partidária deveria promover políticas públicas sociais em benefício da sociedade. Não é verdade?
E quem deve promover isso?

Os atores partidários. Tudo isso independente da sigla partidária.
A sociedade está precisando dessas atitudes louváveis de benefício, o mais rápido possível, social articuladas nos bastidores por aqueles que receberam um voto de confiança da população.

Falar disso é fácil.

Quando vemos os eleitos sendo diplomados ficamos a imaginar o quanto eles irão trabalhar por nós. Mera ilusão. Utopia mesmo. Isso é difícil.
Os interesses partidários além de se promoverem ao poder é continuar no poder.


E quando os atores partidários que devem trabalhar em prol dos interesses e necessidades do povo são jovens, as barreiras apenas crescem.

Quando o jovem professor, e agora vereador, Marcílio Farias conseguiu uma vaga na Câmara Municipal de Esperantina o mesmo até pareceu como um furacão à procura de melhorias para Esperantina.
Esteve visitando gabinetes na capital Teresina atrás de mecanismos para amenizar as dores do povo esperantinense.
Falava com um, discutia com outro, pedia a fulano, solicitava a outro e assim o nobre vereador estava desempenhando seu papel de representante do povo.

No entanto, independente que seja aliado e filiado ao partido da situação esperantinense, logo começou a sentir a tesoura partidária no intuito de cortar suas asas.

Marcílio Farias, até o momento, não é o primeiro na corrida pela substituição da atual gestora na Prefeitura Municipal.
Logo este trabalho de 'aparecer' nos holofotes da mídia local não faz bem para os interesses da atual gestora que no momento parece ter no secretário de Obras - José Germano - sua preferência para a cadeira do Poder Executivo no ano de 2020.

É evidente que os interesses do Governador do estado e também os do Deputado Estadual Lima deverão prevalecer nesta corrida de substituição de atores no poder esperantinense.

Esta tentativa de corte de asas nos trabalhos do vereador Marcílio Farias só aumenta a desconfiança com a política partidária e principalmente a dores do povo esperantinense que tanto almeja melhorias em todas as áreas do administração pública.

Nenhum comentário:

Postar um comentário