23 de maio de 2017

Penitenciária de Esperantina foi criada com Propina?

Na próxima semana acontecerá, em Teresina, um interrogatório por parte da Justiça Federal para saber sobre alguns recursos federais aplicados na construção da Penitenciária Luiz Gonzaga Rebelo de Esperantina-PI.

A penitenciária de Esperantina foi criada no início da década de 2000.
Na época, o responsável pela Secretaria de Justiça do Estado era um conterrâneo esperantinense.

O MPF que saber como e onde foram aplicados os recursos que vieram para a construção dessa obra (penitenciária) que mais de 50% da população esperantinense reprovam.

Meio a tantos episódios de corrupção praticados por agentes políticos a nível federal, este não provoca mais espanto aos piauienses.

Com este interrogatório marcado para o próximo dia 30 de Maio, provavelmente os esperantinenses começarão entender o porque da Penitenciária ser considerada uma casa de papelão ou mesmo de isopor, onde todas as semanas há falhas estruturais e administrativas quanto aos episódios de fuga e entradas de objetos proibidos neste unidade que deveria ser de segurança.

Vamos aguardar para saber se esta construção da Penitenciária foi benéfica ou maléfica aos esperantinenses desde a sua projeção/construção.

Fto - cidadeverde

Nenhum comentário:

Postar um comentário