Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2008

LIXO URBANO - ESPELHO DE QUEM O PRODUZ

Os alunos da Unidade Escolar Leonardo das Dores, em especial os da turma d Análises Clínicas, estão de parabéns por construírem textos sobre a problemática que relaciona a falta de Coleta Seleta em nossa escola.Aline Maria, Anny Karolinny, Ivone Maria juntamente com as colegas Luana Maria, Maria Elane, Rosélia e Silvana produziram o seguinte texto para solucionar este impasse:
O NOSSO LIXO
São várias as causas de excesso de Lixo no mundo, causando graves problemas para a população em geral, dentre as quais destaca-se o Lixo Domiciliar, onde o acumulo ocorre devido a enorme produtividade de restos de alimentos cozidos ou não, e por falta da conscientização das pessoas. O Lixo Comercial é composto especialmente por papéis, papelões e plásticos, etc, enquanto o Lixo Industrial é original das atividades do setor secundário, pode conter restos de alimentos, tecidos, couros, metais, produtos químicos e outros.

SOLUÇÃO PROPOSTA:
O destino do Lixo e seu acondicionamento inadequado pode trazer gr…

IMPACTO ECOLÓGICO

Se o Desmatamento não diminuir é possível que a nossa Amazônia se transforme em, como já falava os franceses por volta da década de 1940, em uma região desértica devido os processos que caracteriza uma verdadeira DESERTIFICAÇÃO.

Sendo assim a Água doce de muitos rios sul-americanos poderá acabar por causa destes abusos cometidos não só pela natureza, mas principalmente por nós seres humanos.

Além do desmatamento, o lixo, grande problema do século XXI, pode acarretar danos à nossa floresta. É indispensável que se intensifiquem campanhas de Coleta Seletiva do Lixo, em especial nas Escolas, pois dessa forma a responsabilidade cidadã crescerá entre os familiares destes discentes por eles ter e repassar os conhecimentos sobre a problemática que recebem no ambiente escolar.
Alertai-nos Senhor!!!!!

DEMOCRACIA EM DIA

A Escola Leonardo das Dores está dando o maior show de Democracia nas eleições municipais de 2008 em Esperantina promovendo aos seus alunos a oportunidade de conhecer melhor as Metas e Planos de governo dos cinco candidatos a Prefeito de nossa cidade através de uma SABATINA.
A Sabatina acontece em dias diferentes com cada candidato respondendo, através de blocos, as perguntas elaboradas tanto pelos alunos como pelos professores da referida escola em relação ao desenvolvimento e crescimento nos próximos 4 anos de nossa cidade.
Apenas o corpo docente e discente podem participar da sabatina, ficando de fora assim a sociedade civil em geral, fora o próprio candidato acompanhado pelo seu vice e apenas mais três assessores.
Foi sorteado os dias de cada candidato. No último dia 18/08 foi a vez do candidato do "PMDB" TREMISTOCLES SAMPAIO responder as perguntas e deixar sua mensagem.
Ontem foi a vez do candidato FRANCISCO ANTONIO do "PT" em responder as perguntas.
Até o fim do …

DIA DO FOLCLORE

Até o século XIX, o conjunto das tradições populares representado por cantos, danças, músicas, lendas, crenças e outras manifestações, chamado de FOLCLORE, eram apenas práticas espontâneas irregulares, interessando-se por elas mais os historiadores e arqueólogos.

Mas as observações e os estudos que sobre a cultura popular poderiam ser feitos,eram tão vastos que iam além do campo de atividades desses dois ramos do conhecimento humano, a História e a Arqueologia.

Foi o arqueólogo inglês WILLIAM JOHN THOMAS, que propôs, num artigo publicado por uma revista inglesa, a 22 de Agosto de 1846, o nome FOLCLORE para esses estudos. Para a criação dessa nova palavra, ele usou dois vocábulos ingleses: FOLK (povo) e LORE (sabedoria, ciência).

Depois de vencer uma inicial indiferença, o termo passou a ser universalmente aceito.

No último dia 22 este dia foi comemorado apenas nas memórias dos governantes de nossa cidade.

Mas pra uma atividade popular qualquer seja considerada FOLCLORE são necessárias algu…

AS NASCENTES DO RIO LONGÁ

Os alunos do curso Médio Integrado da Unidade Escolar Leonardo das Dores, juntamente com os professores Odisseia Brejal e Francisca Maria Marques (Biologia) e Francinato Lima e Macelino Keliton (Geografia) e o ambientalista esperantinense Elias Júnior produziram um relatório sobre expedição por eles chefiada às nascentes do rio Longá, no último sábado (16/08/08). O documento é um diagnóstico sucinto sobre o nível de devastação ambiental na área, felizmente não explorada por grandes empresas. Daí a possibilidade de criação de uma área de preservação, sem que haja indenizações – defenderam tantos os estudantes como os docentes.

A visita às nascentes do rio Longá foi feita em um micro-ónibus cedido pela Coordenação Estadual da Educação em Esperantina.

A expedição visitou também uma área onde existem pedras com pinturas rupestres. Segundo o professor Macelino Keliton, os primeiros estudos indicam que as pinturas datam do final do período neolítico, quando os homens antigos se fixavam às mar…

UMA CASTA

A cultural deve ser questionada quanto a sua regionalização ou não?
Para alguns, falar de acordo com a sua origem está cometendo erros quantos à outros povos ao redor do mundo.
Ao falarmos seguindo ou não a Norma Culta da Lingua Portuguesa nos dar menos ou mais valor como um indíviduo socilamente cultuaral? Eis a resposta abaixo através de uma "CARTA" de um nordestino morando em São Paulo, ao enviar a sua família no interior do Ceará.

UMA CASTA

Çum Paulo, 30 de malço do anu que nois tamo.

Papai cum sua bença e mamãe cá dela!

Mãe to mandando duas castas, uma vai dentro da ôta. Se uma num chegar a ota chega.

Mãe num foi pucive axá o pá de 40 mas to mandando dois de 20 que juntando dá a mesma coisa.

Mãe, to mandando cinco mil, pá sinhora limpá a roça de trás, deixe a da frente que eu mesmo limpo quando cegar ai. Também mandando 90 milréis mais 10 mil pro Joaquim, diga pra ele que num mandei os 100 porque num tenho. Tô lhe mandando dois vestido um pra sinhora metê na rua o Oto pá sinho…

QUEM É QUEM II

Ao continuar as combinações do Amor quanto os elementos dos Signos, temos as seguintes:


FOGO + AR = São duas cabeças cheias de ideias para deixar a vida bem divertida. Com esta combinação, nunca vai faltar novidade e emoção no namoro. Ambos adoram a companhia dos amigos, portanto, não rola ciúme por causa disso. Esse sentimento de posse só se manifesta quando a pessoa de FOGO acha que AR está mais solto do que devia - então, é bom andar na linha. Compromisso sério, entre vocês, só quando o Amor fala mais alto.


FOGO + ÁGUA = O beijo entre os dois é dos mais emocionantes! Mas, nem tudo é perfeito... Primeiro: quem for de FOGO não pode provocar ciúme, muito menos ficar aprontando! É que ÁGUA é muito carente e sofre se não for correspondido. Segundo: quem for de ÁGUA tem que dizer do que não está gostando, porque FOGO às vezes pisa na bola sem intenção. Anotou?


TERRA + TERRA= São praticamente almas gêmeas! Gostam de namoro sério, sem aventuras. Chifre, com certeza, vai passar longe da cabeça…

QUEM É QUEM I

Confira qual é o Elemento do seu Signo e o do(a) seu gato(a) e corra até a combinação para ver se foram feitos um para o outro!!!

Lembrando que se a combinação não for perfeita, com paciência e muito Amor vocês podem chegar lá.


Eis os Elementos:

FOGO: Áries; Leão e Sagitário

TERRA: Touro, Virgem e Capricórnio

AR: Gêmeos, Libra e Aquário

ÁGUA: Câncer, Escorpião e Peixes.

Agora confira as combinações.

FOGO + FOGO= Uma dupla em tanto, pois os dois adoram curtir momentos alegres, odeiam ficar parados e acham que a vida é uma festa. Mas, com tanta empolgação, é preciso tomar cuidado para não sair faísca desse romance, pois FOGO é tão sincero que pode magoar a outra pessoa. Um dos dois vai ter que ceder um pouquinho e até pedir desculpas, se for preciso. De resto, só Alegria.


FOGO + TERRA= Até rola uma química super legal entre vocês, mas se um não tiver paciência com o outro, fica difícil, já que são muito diferentes no modo de agir. Enquanto FOGO não pára quieto, TERRA tem um estilo mais caseiro. …

CAPITAL DA ALEGRIA

O sobrevivente esperantinense no seu mais profundo sentimento ainda acredita ver e desfrutar da nossa antiga, ultrapassada, estagnada, acabada, por assim dizer, capital da alegria.

Lembrai-vos senhor de todos nós durante este momento de subdesenvolvimento de Esperantina.

Cerca de 80 % dos nossos leitores crê no volta da "maravilhosa cidade" de outrora.

Durante 10 dias os internautas do Blog "Espaço Geográfico" responderam , através de uma Enquete,se os mesmos acreditavam ou acreditam em apreciar novamente uma cidade digna de se morar.

Vivendo e sobrevivendo é que iremos saber se teremos de volta A Capital da Alegria.

TEMPO PARA SOBREVIVER

Amar é conhecer; é se dar a conhecer. Não existe amor sem conhecimento e não há conhecimento sem tempo. O tempo é fundamental porque é ele quem vai dizer se trata de amor genuíno ou apenas paixão, fogo de carne. Se o amor é conhecer. é descansar no outro, é preciso uma comunicação aberta no processo de namorar.

O namoro é fase de conhecimento. É uma preparação para o casamento, embora hoje seja mais uma fase de "amassamento".

Quando a Bíblia diz que o amor é sofredor, ela quer dizer que as relações que não são capaz de suportar as intempéries da vida, não são relações de amor.

O amor exige tempo tanto para o seu nascimento quanto para a sua sobrevivência no dia a dia. O amor exige espera, pois quem é infiel no namoro dificilmente será fiel no casamento.

Você leitor não pode dizer que ama seu parceiro se na primeira briga já pensa em trair. O amor exige perseverância. O amor sempre pensa no melhor da pessoa amada.

Portanto sejamos paciente para o tempo nos dar uma resposta, pois c…

CRESCIMENTO POPULACIONAL II

O município de Esperantina-PI está situado na Messorregião Norte do Estado do Piauí, na Microrregião do Baixo Parnaíba e na margem esquerda do Rio Longá. Sua posição geográfica é determinada pelo paralelo de 3° 54’ 08”de latitude sul com sua interseção com o meridiano de 42° 14’ 02” de longitude oeste de Greenwich. A sede municipal fica a 180 km da capital – TERESINA – com uma área de 926,46 km2. Nosso município é limitado ao norte pelos municípios do Morro do Chapéu do Piauí e Joaquim Pires, ao sul com Barras e Batalha, a leste com Batalha e a oeste com Morro do Chapéu do Piauí, São João do Arraial e Campo Largo do Piauí.

A natureza da organização espacial do município vem crescendo ao longo do tempo através do seu processo histórico mostrando uma certa autonomia em relação às categorias de análise do espaço na qual afirma:

[...]”Forma, função, estrutura e processo são quatro termos disjuntivos associados, a empregar segundo um contexto do mundo de todo dia”[...](SANTOS,1998,p.52).

SER PIAUIENSE

Deste suas primeiras fazendas de gado bovino, nas cidades de Oeiras e Picos, o Piauí tem construído uma Identidade (cultural, social) própria que lhe diferencia das demais Unidades Federativas do Brasil. Eis elas:



Piauiense não briga ..... risca a faca

Piauiense não vai pra festa ....... ráia

Piauiense não entre ...... emburaca

Piauiense não chaveca ...... queixa

Piauiense não concerta ...... indireita

Piauiense não fala vamos ...... fala rubora

Piauiense não joga fora ...... rebola no mato

Piauiense não vai embora ... chega (e aí, vou chegar!)

Piauiense não bate .. mete o chico doce no pé da lata

Piauiense não dobra .. quebra (quebra pra esquerda!)

Piauiense não tem fome ...... fica brocado

Piauiense não enche a barriga ... fica de bucho cheio

Piauiense não se dá mal ...... se lasca

Piauiense não discute ...... bota buneco

Piauiense não cola ...... pesca

Piauiense não vai agora ..... vai "nestante"

Piauiense não pega prostituta ..... pega "gato"

Piauiense não avisa…