19 de abril de 2010

Vida de Índios

A imagem do Brasil por muito tempo foi vista como uma aldeia de índios.

Renato Russo chegou a dizer que não se apresentaria no Piauí alegando que não cantaria para índios.

Dizem que o Piauí é um dos poucos estados brasileiros que não mais existe índios.

Até pouco tempo atrás acreditava nisso.
Besteira minha.

Aqui têm muitos dos herdeiros dos verdadeiros donos do Brasil.
Os troncos velhos se passaram. Ficaram seus filhos.

Filhos de índio, índio é.

Índio que pensa que recebo dinheiro da prefeitura de Esperantina. Este índio ultrapassado no contexto global não sabe diferenciar pessoas capazes de, ao mesmo tempo, criticar quando algo está errado e de elogiar quando está certo. 

Saiba seu índio que não sou você que só sabe é criticar por não ter opinião própria e não está mais comendo no prato da prefeitura. E sei muito bem quem você é e de qual aldeia pertence.

Piauí tem sim índio do colarinho branco. Índio que auto se promove dizendo que sabe fazer jornalismo.
Tem índios revoltados com a politicagem.
Índio que elogia na frente (em Esperantina), no entanto vive a mandar fotografias para a cidade de Batalha para alguns ditos índios jornalistas de lá fazerem suas criticas.
Mais que índio covarde. Índio se dar bem aqui, recebendo muitos favores, por trás ajuda dar a taca.

Índio alto, gordo, magro, baixo, branco e negro. Índio analfabeto, índio político, índio empresário.

O Brasil não poderia extinguir nossos primeiros habitantes. Povos que ajudaram e ajudam o nosso território a crescer. Nem todos assim mesmo?

No entanto não poderíamos deixar de comemorar o dia escolhido para os Índios (19/04), opa! É hoje.

Viva os índios então, os da nossa querida Terra da Boa Esperança, os do Piauí e os do Brasiiiiiiiiil por inteiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário