12 de março de 2011

Novo horizonte

Vamos embora que a hora é agora. Estou no meu centro e não sei para onde dar o primeiro passo.

Depois de alguns dias distante do meu PC e do meu humilde canto de escrever reapareço sem tantas novidades.
Esperantina meu amor, será que você suporta tantos homens sem novidades?
Particularmente e sem tantas pinceladas para dar em quem que seja, deparo com um carnaval de injustiças politiqueiras.
Um banho de água fria nos homens de pouca fé muitas das vezes há de ser o melhor para nossa terrinha.
Ao visitar Sete cidades há alguns dias pude relembrar de uma cidade setentrional do estado do Piauí onde as drogas que existiam era apenas brincar de ser uma droga.
Pacata, em alguns momentos até de mais, Esperantina ver seu antepassado nome - Taboca - ser noticiário do mundo rodeado de mazelas.
Olhem para trás como se estivessem olhando para o aprendizado.

Fto - catarinapoeta

Nenhum comentário:

Postar um comentário