Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2011

Política esperantinense é um caso a parte

Por isso é que não levanto a bandeira por partido político algum. A ideologia dos partidos é diferente dos homens de bem. A perda da ideologia humana compõe tais partidos.
"Saciar minhas vontades ao preço da incompetência dos miseráveis que não pensam" parece ser o tema dos homens que nos governa.
Nosso modelo de civilização está pautado nas escolhas políticas e estas se alicerçam na velocidade da globalização que é igual a fome sem vontade de comer. De que vale um partido está no comando de uma nação tão igual nas suas desigualdades a ponto de não acolher um de seus milhares de fundadores? De que vale um ex-governador e atual legislador nacional se não têm forças representativas mais do que um simples legislador estadual?
A conjuntura política democrática está falida porque nos preocupamos apenas com o executivo e legislativo enquanto o judiciário brasileiro é esquartejado por estes - executivo e legislativo.
Esperantina vive de interesses de poucos e estes interesses não be…

Chuva em Esperantina é sinônimo de atraso e não de desenvolvimento!

Os tempos mudam mesmo. Deste quando me entendo como gente vejo na chuva uma forma de progresso, desenvolvimento para um povo, uma nação.
O homem do campo não vive sem a chuva consequentemente o homem da cidade também não. Como as coisas estão mudando, podem até viver deste que tenha um dinheirinho no bolso.
Todo canto do mundo precisa de precipitações. Como Esperantina é única, doce, com ou sem jumenta ou veado enterrados em nossas terras, aqui CHUVA é sinônimo de atraso.
Vejamos: Para uma indústria se instalar que qualquer lugar do mundo é preciso ter fontes de energia. Em nossa terrinha quando chove a pouca energia que temos evapora acarretando o comércio local com prejuízos incalculáveis; escolas param da mesma forma que a educação enfraquece. Como seria bom se os problemas fossem apenas estes. No entanto quando a benção de Deus molha a terra de Leonardo das Dores o tráfego estaciona: carros, carroças, bicicletas, motos e pedestres param por conta dos imensos buracos cheios de águ…

Leitura do momento...

é a que estou fazendo, novamente, do livro "Por uma outra globalização - do pensamento único à consciência universal - do maior geógrafo do Brasil Milton Santos.
A leitura foi tão boa, digo foi porque já li uma vez, que o momento que nossa cidade está passando se faz necessário rever alguns conceitos de Espaço Geográfico e globalização desse, nordestino, negro e intelectual Milton Santos.
Apesar das dificuldades que nossa gente se encontra é importante entender as razões por que de tamanho sofrimento nos encontramos para, quem sabe um dia, encontrarmos uma saída promissora e sem realengos.

Aplausos às OBRIGAÇÕES

Como é público e notório, não tenho partido político ou sigla que me convença a seguir uma ideologia tal. Não creio nos partidos políticos. O tempo, à medida em que passa, dá-me razões suficientes para continuar pensando assim, pois tantos destes já se desfizeram, desconfiguraram-se, perderam-se e até sumiram no pó da estrada. Uma nação é feita de homens e mulheres que independente de suas ideologias fazem do presente um resultado do passado com alicerce para o futuro. No momento atual as obrigações de muitos gestores passam à população um ar de realizações nunca vistas em nosso meio. Políticos partidários perderam suas dignidades. Quando os mesmo fazem apenas o que lhe é obrigado são aplaudidos. Onde vamos parar? Hoje os aplausos vão para Amaro Melo por pagar os nossos direitos chamado de Piso Salarial. Fazer o quê, né?

Luz aqui não é problema ...

Esperantina não se desenvolve mais por conta da falta de energia, tanto elétrica como humana. Com ressalvas a certo homem branco, trabalhador como poucos, que vem desenvolvendo um trabalho árduo quanto a iluminação pública de nossa cidade. O nome não vou citar, pois a foto diz tudo, no entanto é mais fácil a porta do atual gestor de Esperantina ficar às escuras do que sua própria porta.
Vocês não querem ter o poder da luz nas mãos, fazer o quê, né? Parabéns pelo trabalho seu homem branco.

Oficina Pedagógica sobre o Cerrado

Os acadêmicos do curso de Geografia da Faculdade de Tecnologia e Ciência (FTC), orientados por este que vos escreve desenvolveram no último dia 15/04 uma Oficina Pedagógica com os alunos do curso técnico em Meio Ambiente do CEEP Leonardo das Dores.
Esta oficina foi uma etapa de estudo da disciplina PPP IV como forma de trabalhar conteúdos geográficos na prática, um dos grandes desafios do estudo contemporâneo da ciência geográfica.
Antonio Marcos, Conceição Fontinele, Cássio, Jandira, Elizângela, Antonio Francisco desenvolveram um belo trabalho a pontos dos alunos elogiarem os trabalhos de exposição e confecção sobre o conteúdo (CERRADO).
Os desafios, problemas, fauna, flora sobre o cerrado brasileiro foram debatidos através de vídeos, trocas de opiniões, cartazes, etc. A manhã foi positiva pela troca de experiência entre os acadêmicos e alunos no tocante ao meio ambiente.

Páscoa sem ovos

Em época de renascimento é difícil imaginar passar esta data sem os queridos ovos.

Inverdades que nos mata!

Próximo de mais uma plebéia se tornar princesa, a Rainha das rainhas morreu não de um simples acidente automobilístico e sim das mãos más da rainha mãe;Em semana santa caça sim passarinho, mas não pela necessidade de saciar a fome do corpo propriamente dito, e sim a fome do poder corrupto;Mesmo com o impressionante avanço dos chineses frente à economia mundial, os EUA mesmo estando ainda à frente diz que ajuda o mundo árabe a se libertar do atraso de anos de ditadura.Estradas é sinônimo de desenvolvimento, no entanto a informação de que foi o gestor de Esperantina que mandou concertar a estrada que vai da entrada da Cachoeira do Urubu até a localidade Malhada do Meio não condiz com a verdade muito menos com desenvolvimento;Não é porque chico preto (animal) vuou é que veado (animal) vai rebolar a cintura. Fto - miguellima

Plurais bem direitinho:

1 argentino = um filho da puta

2 argentinos = dois filhos da puta

3 argentinos = três filhos da puta

4 argentinos = quatro filhos da puta


1 corintiano = um assalto

2 corintianos = um seqüestro

3 corintianos = latrocínio

4 corintianos = rebelião no presídio


1 advogado = um doutor

2 advogados = um escritório

3 advogados = uma reunião

4 advogados = uma quadrilha


1 chinês = uma lavanderia

2 chineses = uma pastelaria

3 chineses = uma equipe de pingue-pongue

4 chineses = uma explosão demográfica


Fte - Chico Antonio de Piripiri - PI

Reforma Política? Em Esperantina é vômito mesmo!

A caminho da verdadeira consolidação de uma democracia o Brasil se veja em vias de contramão. A Comissão Especial da Reforma Política do Senado aprovou algumas alterações que irão de certa forma melhorar o padrão da organização política e partidária em nossa terrinha. É verdade que pouco representa avanço, no entanto pouco irá melhorar, pior não pode ficar. Devo dizer que para nós eleitores pouco irá mudar, pois o voto continua a ser obrigatório.
Arrecadação de apenas financiamento público para as campanhas de certa forma é um grande paço para democratizar no padrão político. 
Em muito há de melhorar. Enquanto tudo isso passa por um lado da vida que queremos ver Esperantina se atola ao ter como representante do Legislativo um SEMI-ALFABETO e, igual ao governo estadual, um ARROGANTE frente ao nosso Executivo.
Com diz uma colega de trabalho: "Esperantina tem mesmo uma jumenta enterrada abaixo de nossos pés". O Brasil tenta desenvolver, Esperantina se afunda um pouquinho mais.…

Futuros Técnicos em Meio Ambiente visitam Roça Orgânica

Os alunos do curso Técnico em Meio Ambiente das turmas 3º F Manhã e 2º H Tarde do CEEP Leonardo das Dores visitaram uma Roça Orgânica na sexta-feira (08/04/11). A referida Roça localiza-se no povoado Vereda dos Anacletos, zona rural de Esperantina a 45 km da sede do município e há quinze anos trás benefícios ao nosso povo.
Os alunos foram acompanhados pelo professor que vos escreve na tentativa de colocar em prática os conhecimentos adquiridos nas disciplinas Gestão e Tratamento de Recursos Sólidos II e Desenvolvimento e Tecnologia Sustentável II.
A aula de campo tinha como objetivo aprimorar os conhecimentos teóricos adquiridos em sala de aula bem como conhecer a realidade de uma alternativa que visa melhorar a vida humana como também a do Meio Ambiente.
Fomos recepcionados pelo proprietário da roça Seu Rodrigues.  Homem simples mais muito trabalhador.  Pouco letrado, mas com grande conhecimento prático que nos repassou, pacientemente, todas as informações necessárias para nosso ens…

Resultado da 2ª Rodada do Interclasse do CEEP Leonardo das Dores

Neste último fim de semana aconteceu mais uma rodada do Interclasse do CEEP Leonardo das Dores que tem como direção o diretor adjunto Paulo Afonso e responsáveis pela divulgação este humilde Blog e o Totalesp.com.
Confira o resultado dessa 2ª rodada:

Em Semana Santa não pode caçar...

principalmente Chico Preto.
Sinceramente falando não estou defendendo partidário nenhum, no entanto convenhamos senhores não simpatizantes do governo de Seu Chico e chibateiros de plantão: nossa cidade voltará apenas a crescer. Precisamos é desenvolver. Errou? Tem que pagar, correto? Correto.
Ao falar em pagar, Esperantina voltará a pagar, e alto, as consequências da falta de uma figura que possa tirar nossa cidade do buraco. A partir de agora quem pode salvar nossa cidade? Seu Chico, com os inúmeros erros, tentava trazer progresso fazendo com que o capital fosse rotativo. Não entenderam? Explico dizendo que os salários dos funcionários estavam em dia mesmo com tantas contas bloqueadas por conta de uma figura desastrada que por aqui passou para levar nossa riqueza. Por influência estava trazendo poucas obras, mas estava trazendo mesmo que poucas. Respondendo a pergunta acima citada: só o povo, educado ou não, pode salvar nossa terrinha.
Sensacionalismo ou realidade? Responda você se …

Da série: Meus Parabéns

Os alunos do 8º ano da U. E. Tenente Freitas (Vitória de Baixo) estiveram prestando homenagem a este que vos escreve por mais uma primavera completada no último dia 7 de Abril. Lembrando que o niver foi um dia anterior.
Teve bolo, figerante, palmadas, opas, aplausos, depoimentos e claro muita alegria pela festa.

Este que vos escreve agora só agradeçe pelo carinho, respeito e admiração.

Dever de casa: entoar o Hino Nacional

Em 1936, o governo de Getúlio Vargas determinou pela 1ª vez a obrigatoriedade da execução do Hino Nacional nas escolas públicas e privadas do nosso Brasil. No entanto este ato de patriotismo só foi determinado por lei apenas em 2009. De autoria do deputado federal Lincoln Portela (PR-MG), a lei foi sancionada pelo presidente em exercício José Alencar, hoje falecido.
A U. E. Tenente Freitas localizada na zona rural de Batalha (Vitória de Baixo, 63 km da sede) entoa o Hino Nacional duas vezes por semana demonstrando aprendizado e respeito à nossa gente, ao nosso amor pela pátria mãe.
E sua escola está fazendo o dever de casa também?

No caminho certo

Em pleno período chuvoso seu Amaro, através do consócio dos Cocais, coloca as mãos na massa. Seu Amaro está mandando concertar trechos das estradas vicinais do município que comanda - Batalha-PI.
Erra por um lado mais acerta do por outro. Enquanto não libera as escolas do município para as aulas estaduais (ensino médio) por motivos de brigas políticas partidárias seu Amaro manda concertar as péssimas estradas rurais. Os remendos estão acontecendo da divisa dos municípios (Malhada do Meio/Esperantina em direção às Cacimbas II/Batalha).
Nosso Blog pergunta: e a estrada que liga Malhada do Meio à Carnaúba irá ser concertada também seu Amaro? Esperamos que sim, pois só assim os serviços médicos levados pela D-20 azul também irão melhorar.

Imagens que marcaram o Mundo - II

Limpe seus olhos e sua cara. Acorde seu coração. Viagem pela solidão. Trabalhe com perdão. E curta estas imagens que demarcam nosso espaço geográfico. E ainda dizem que estão felizes.

Roça Orgânica - Caminho da Sustentabilidade

Com a Crescente Preocupação com a Natureza nos dias de Hoje, ainda mais quando a nossa Saúde está em Xeque, a Roça Orgânica Familiar surge como uma Alternativa do Século XXI para a Sobrevivência do nosso Espaça Geográfico. Infelizmente a Introdução deste Trabalho se torna mais Difícil devido a Falta de uma Auto Consciência do Homem em relação o Aprendizado Arcaico sobre a Maneira de Cultivo Utilizada predominantemente em nossos Campos há mais de 500 Anos. Refiro-me a Roça Tradicional. Felizmente esta Realidade está Modificando e, por Graças para Melhor. Quem sabe daqui a algumas Décadas a Implantação dessa Técnica seja uma Verdade Incontestável para a Sustentabilidade do Planeta Terra. Conheça agora um Pouco mais sobre essa Técnica de Cultivo do Futuro de Acordo com Robert Fontinele (Técnico responsável na Região Norte do Piauí). ORGÂNICO, O QUE É? Orgânico é a lavoura ou criação em que não se usam venenos, adubos químicos e não escraviza socialmente os lavradores e lavradoras.Portanto, Té…

Desigualdades Semanais

Não tenho certeza da veracidade das informações, no entanto não é possível pensar diferente.
O que uma família gasta, em dólares, por semana em alimentação:

Há 51 anos e 13 dias nascia Renato Russo!

“É preciso amar as pessoas como se não houvesse amanhã...” - Foto: WEB “Acho que não sei quem sou, só sei do que não gosto.”

“Ainda que eu falasse a língua dos homens, e falasse a língua dos anjos, sem amor, eu nada seria.”

“Às vezes nem me preocupo tanto comigo... Mas há pessoas que amo e não quero vê-las sofrer.”

“Consegui meu equilíbrio cortejando a insanidade.”

“Dentre os mais dignos predicados de um homem está o de saber dizer a verdade.”

“Digam o que disserem, o mal do século é a solidão.”

“É preciso amar as pessoas como se não houvesse amanhã...”

"Eu cheguei a seguinte conclusão: não adianta concertar o resto, concertar agente ajuda pra caramba!"

“Mentir pra si mesmo é sempre a pior mentira.”

“Não falo pelo outros, só falo por mim. Ninguém vai me dizer o que sentir.”

“Não preciso de modelos. Não preciso de heróis. Eu tenho meus amigos.”

“Nunca deixe que lhe digam que não vale a pena acreditar nos sonhos que se têm ou que os seus planos nunca vão dar certo ou…

Até que fim terminou o BBB!

Curtir o Pedro Bial e sentir tanta alegria é sinal de que você o mau-gosto aprecia, Dá valor ao que é banal, é preguiçoso mental e adora baixaria.

Produzido pela Globo visando Ibope e dinheiro que além de alienar, vai por certo atrofiar mente do brasileiro este BBB
Refiro-me ao brasileiro que está em formação e precisa evoluir através da Educação um escravo da ilusão.

Ainda vem o Bial dizer, no último e doloroso episódio, que este tal de BBB virou uma cultura brasileira derrubando calcinhas e cuecas de preconceitos. Tenha um pouco de sensatez seu Bial, acredito que você é brasileiro conhecedor de muitas culturas, e sabe muito bem que nossa cultura não é melhor nem pior do que qualquer uma cultura mundial. Agora sim, você que é refém da Globo, perde sua cultura para sustentar seus desejos capitalistas e para piorar a situação passa a imagem que todos devem fazer isso. Basta!!!!!

Aula de Campo: Amostragem do Solo

Os alunos do curso Técnico em Meio Ambiente do CEEP Leonardo das Dores, 3º "F" manhã, colocaram em prática tudo que aprenderam em sala de aula da disciplina Gestão e Tratamento de Recursos Sólidos II ministrada por este que vos escreve.
Dirigimos para localidade Massapé, distante 8 km do perímetro urbano de Esperantina do dia 05/04 (terça-feira) por volta das 9:30 para fazermos uma coleta de material - Amostragem do solo.

Para que fazer uma análise do solo?
Hoje em dia para qualquer tipo de plantio se faz necessário saber qual a potencialidade e fertilidade do solo.
Portanto, procurando adquirir conhecimento na prática, os alunos colocaram a mão na massa.

Dividimos o terreno em três glebas (lotes) e colemos o material com o Enxadão (umas das ferramentes de coleta para amostragem do solo).

O grande problema agora é onde fazer a análise desse material.
O local foi escolhido por ser propriedade de um dos alunos.