30 de janeiro de 2013

Cidade comercial precisa de Secretaria de Comércio e Indústria?

Criação
Em um mundo cada vez mais veloz e produtivo Esperantina não pode ficar para traz em relação ao mundo globalizado das máquinas, das técnicas, das informações, da energia e produção em grande escala.

Esperantina é uma cidade Comercial e isso é visto e sentido por poucos. Mais ou menos 12 cidades dependem, comercialmente, de nossos trabalhos e serviços. 
Muitas filiais de empresas se instalam aqui para ganhar o pão de cada dia devido o grande fluxo e mercadorias e pessoas diariamente. É evidente que essa abertura nos traz ganhos financeiros, trabalhistas e infra estruturais. E o retorno está sendo bem empregado? Pouco vejo.
Ao tempo que tudo se mundializa: a produção, o produto, o dinheiro, o crédito, a dívida, o consumo, a política e a cultura, cidade como a nossa não pode dar-lhe o luxo não ter, efetivamente, uma Secretaria especifica ou mesmo um Departamento para tratar desse assunto tão importante para o desenvolvimento de nossa gente. 
Esse problema estrutural não é de agora, mas se agora querem mudar, então nada melhor do que mudar em cima de uma consolidação financeira e legal.
Homens e mulheres, do campo e da cidade, trabalham arduamente para ver seu futuro um pouco melhor. Para isso melhorar deveria enxergar uma oportunidade na Lei Complementar Nº 87 de 22 de Agosto de 2007 onde a mesma cria os Territórios de Desenvolvimento Sustentável em nosso estado. Sendo assim nada melhor do que pensar de forma conjunta.
Aqui fica a dica da criação de uma Secretaria de Comércio e Indústria para gerenciar, em rede, esta nossa riqueza econômica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário